Samsung SmartSSD chegou à 2ª geração; unidade processa dados internamente e reduz uso da CPU em até 97% em relação a SSDs comuns

Você já ouviu falar de SSD inteligente? Pois saiba que a Samsung acaba de anunciar um dispositivo do tipo. E de segunda geração! O novo SmartSSD, como é chamado, pode consumir até 70% menos energia e reduzir em até 97% o uso do processador em relação a um SSD convencional. A novidade é fruto de uma parceria com a AMD Xilinx.

SmartSSD de segunda geração (imagem: divulgação/Samsung)

O que faz o Samsung SmartSSD ser classificado como uma unidade de armazenamento inteligente é a sua capacidade de processar dados por conta própria. Isso é feito por meio de uma parceria com a Xilinx, companhia comprada pela AMD em 2020.

A AMD fechou o negócio porque a Xilinx é especializada em chips FPGA (Field Programmable Gate Array). Unidades do tipo podem ter seus circuitos programados para atuar em tarefas muito específicas.

Pois bem, o SmartSSD é equipado com um chip FPGA da família Xilinx Versal. O chip é formado por núcleos com tecnologia Arm e tem a função de realizar determinados tipos de processamento para reduzir a transferência de dados entre o SSD e a CPU.

Samsung SmartSSD: mais desempenho, menos consumo

Você sabe, o processador precisa se comunicar continuamente com a memória RAM e as unidades de armazenamento para permitir que o computador execute as suas tarefas. O problema é que essa comunicação tem lá os seus gargalos, mesmo existindo tecnologias que otimizam o fluxo de dados do computador, a exemplo do PCI Express.

Ao processar determinados tipos de dados por conta própria, o SmartSSD diminui a necessidade de transferências entre os componentes. O efeito é a liberação de largura de banda para fluxo de outros tipos dados, diminuição da latência e até redução no consumo de energia.

SmartSSD de segunda geração (imagem: divulgação/Samsung)
SmartSSD de segunda geração (imagem: divulgação/Samsung)

De acordo com a Samsung, o SmartSSD de segunda geração pode, na comparação com SSDs convencionais:

  • reduzir o consumo de energia em até 70%;
  • reduzir o tempo de processamento para consultas de banco de dados em cerca de 50%;
  • reduzir a utilização da CPU em até 97% (liberando o processador para outras tarefas).

Mas é bom não se animar muito. Esse tipo de dispositivo não foi desenvolvido para computadores pessoais. Como a própria Samsung deixou claro em 2020, no lançamento da primeira geração, o SmartSSD é destinado a aplicações profissionais que lidam com grandes volumes de dados. Entre eles estão sistemas de Business Intelligence e serviços de Big Data.

As capacidades de armazenamento e as demais características técnicas da segunda geração do Samsung SmartSSD ainda não foram reveladas.

https://tecnoblog.net/noticias/2022/07/22/smartssd-e-o-ssd-inteligente-da-samsung-que-reduz-uso-da-cpu-em-ate-97/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Empresas de TI pedem agência nacional contra falta de mão de obra no setor

Em manifesto direcionado aos presidenciáveis, Federação Assespro sugere medidas para ataca…