A gigante dos jogos estaria procurando uma opção de venda ou fusão — e algumas empresas foram cotadas

Mesmo com iniciativas como o Apple Arcade, e mesmo que — sob uma perspectiva bastante específica — o iPhone possa ser considerado o console de videogame mais popular do mundo, as palavras-chave “Apple” e “jogos” ainda são encaradas como água e óleo por boa parte do universo tecnológico. O que fazer para reverter esse cenário, então?

Apesar de não haver uma fórmula mágica, comprar uma das maiores empresas do universo dos games pode ser um caminho interessante. E, segundo uma reportagem recente da Puck, pode ser que a Apple esteja de fato contemplando essa estrada: de acordo com a matéria, a gigante de Cupertino seria uma das empresas que teriam mantido conversas recentes para uma possível aquisição da Electronic Arts (EA).

A reportagem em questão não é propriamente sobre a EA, e sim sobre Brian Roberts, CEO1 da Comcast, e suas tentativas de ampliar os horizontes do conglomerado. Após a aquisição da Activision pela Microsoft, o executivo iniciou conversas com Andrew Wilson, CEO da EA, com uma proposta de fundir a gigante dos games com a NBCUniversal, um dos braços da Comcast.

Segundo a reportagem, as conversas não prosseguiram por discordâncias de valores e termos da estrutura, mas a EA ainda estaria interessada em procurar uma compradora ou uma empresa para se fundir. A matéria, citando fontes próximas ao assunto, cita três gigantes que teriam iniciado conversas para concretizar essa aquisição, além da Apple: Disney e Amazon.

Caso confirmado, tal negócio representaria uma espécie de “volta às origens” da EA: a empresa foi fundada em 1982 por Trip Hawkins, então diretor de estratégias e marketing da Apple — o executivo deixou a Maçã justamente para fundar a gigante dos jogos.

Ainda assim, é bom notar que quaisquer especulações neste sentido ainda são muito prematuras — sequer sabemos, afinal de contas, quais resultados tiveram as tais conversas mantidas pelas empresas, ou quais seriam as estratégias da Apple no caso da aquisição de uma companhia tão grande (e de tanta tradição) no universo dos jogos.

Fica, portanto, plantada a semente da coisa — veremos se ela há de brotar.

Fonte: macmagazine via IPHONE IN CANADA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

GPUs usadas em mineração são vendidas a preços baixos em lives na China

Alguns lugares estão vendendo centenas delas Depois do boom das criptomoedas, ascensão rum…