Sony alega que usuária teria abusado da PS Collection, mas juíza indefere recurso.

Uma das grandes controversas da nova geração foi o caso da PS Plus Collection. O serviço permite que os donos do PlayStation 5 resgatem diversos jogos nas suas contas, o problema é que alguns abusaram da função, chegando até mesmo a vender em sites de comercio digital.

Devido ao abuso dos jogadores, a Sony acabou tomando uma ação, banindo em massa todos que se aproveitaram da PS Plus Collection. No entanto, parece que o Tribunal de Justiça discorda dessa decisão da Sony.

No começo do ano, uma usuária de São Paulo acabou ganhando o processo contra a Sony, mas a empresa acabou recorrendo para que a sentença fosse anulada. A Sony alegava que a usuária havia concordado com os termos de uso do console, os quais, de acordo com ela, estavam bem expostos.

No entanto, a relatora Deborah Lopes discordou da Sony, afirmando que os termos realmente proíbem compartilhar a PS Plus Collection, mas que não deixa claro quais são as punições para tais atos. Além disso, ela considera que o banimento é uma ação abusiva por parte da empresa, colocando o consumidor em desvantagem.

A Sony será obrigada a reativar o console da usuária, além de arcar com as custas do processo e pagar R$1.5 mil em honorários aos advogados da autora da ação.

Fonte: gamevicio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Como reduzir o tamanho do arquivo CoD Modern Warfare & Warzone

O CoD pode ocupar muito espaço no seu PC, por isso elaboramos um guia rápido para reduzir …