Nesta segunda-feira (29), durante um grande evento de lançamento, a Xiaomi lançou a nova Mi Smart Band 6. Com uma tela maior, novos recursos e mostradores, a nova pulseira inteligente chega ao lado da nova linha Mi 11 de celulares. O preço global do gadget é de 45 euros (cerca de R$ 307 em conversão direta).

No lugar de uma tela com 1,1 polegada, agora a nova Mi Band 6 traz uma tela AMOLED de 1,56 polegada. A proporção da própria tela para o corpo também melhorou, assim como a resolução (152 x 486 pixels, 326 ppi). Assim a tela pode ser cerca de 50% maior, apesar do tamanho do gadget ser aproximado com o da Mi Band 5.

A aparência geral também não mudou muito em relação aos modelos anteriores, com exceção do tamanho da tela. A fabricante também promete uma autonomia de bateria de 14 dias, sugerindo que o tempo ainda pode ser aumentado com modos de economia de energia. A bateria possui 125 mAh de capacidade – a mesma da Mi Band 5.

Xiaomi promete bateria com duração de duas semanas em nova Mi Band 6. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Como parte das novidades, a Xiaomi traz para a Mi Band 6 a capacidade de rastrear um total de 30 atividades físicas diferentes, sendo que seis delas podem ser rastreadas automaticamente. Para efeito de comparação, a Mi Band 5 pode rastrear 11 atividades.

Mi Band 6 focada na saúde

Entre os novos treinos, os usuários ganham mais opções para usar a Mi Band 6 em lugares internos, como para fazer treinos de alongamento e HIIT (Treino Intervalado de Alta Intensidade). Há, ainda, atividades como ginástica, zumba e dança de rua. A pulseira também traz certificado 5ATM para resistência à água.

Outra função disponível é o rastreamento de SpO2 (saturação de oxigênio no sangue). O recurso também está disponível em relógios inteligentes da Apple, Samsung e Huawei, por exemplo, e parece ser um diferencial para vestíveis em 2021. Segundo a marca, o rastreamento pode ser feito tanto durante os treinos, quanto durante o sono.

Nova Xiaomi Mi Smart Band 6 possui 60 mostradores/temas diferentes, além de seis novas pulseiras. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Em termos de saúde, a Mi Band 6 também traz  monitoramento de frequência cardíaca, rastreamento de sono aprimorado (que monitora cochilos), ciclos de sono (incluindo REM) e qualidade da respiração durante o sono. Há também recursos para monitoramento de estresse, orientação de respiração profunda e ciclo menstrual.

Também existe, assim como em outras edições, um modelo compatível com NFC da Mi Band. Esse, entretanto, não deverá ser lançado em outros mercados além da China.

Fonte: olhardigital via Xiaomi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Banco Central autoriza transferências bancárias pelo WhatsApp

Permissões possibilitam que aplicativo de mensagens seja usado para envio de recursos entr…