Nesta segunda-feira (29), durante um grande evento de lançamento, a Xiaomi lançou a nova Mi Smart Band 6. Com uma tela maior, novos recursos e mostradores, a nova pulseira inteligente chega ao lado da nova linha Mi 11 de celulares. O preço global do gadget é de 45 euros (cerca de R$ 307 em conversão direta).

No lugar de uma tela com 1,1 polegada, agora a nova Mi Band 6 traz uma tela AMOLED de 1,56 polegada. A proporção da própria tela para o corpo também melhorou, assim como a resolução (152 x 486 pixels, 326 ppi). Assim a tela pode ser cerca de 50% maior, apesar do tamanho do gadget ser aproximado com o da Mi Band 5.

A aparência geral também não mudou muito em relação aos modelos anteriores, com exceção do tamanho da tela. A fabricante também promete uma autonomia de bateria de 14 dias, sugerindo que o tempo ainda pode ser aumentado com modos de economia de energia. A bateria possui 125 mAh de capacidade – a mesma da Mi Band 5.

Xiaomi promete bateria com duração de duas semanas em nova Mi Band 6. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Como parte das novidades, a Xiaomi traz para a Mi Band 6 a capacidade de rastrear um total de 30 atividades físicas diferentes, sendo que seis delas podem ser rastreadas automaticamente. Para efeito de comparação, a Mi Band 5 pode rastrear 11 atividades.

Mi Band 6 focada na saúde

Entre os novos treinos, os usuários ganham mais opções para usar a Mi Band 6 em lugares internos, como para fazer treinos de alongamento e HIIT (Treino Intervalado de Alta Intensidade). Há, ainda, atividades como ginástica, zumba e dança de rua. A pulseira também traz certificado 5ATM para resistência à água.

Outra função disponível é o rastreamento de SpO2 (saturação de oxigênio no sangue). O recurso também está disponível em relógios inteligentes da Apple, Samsung e Huawei, por exemplo, e parece ser um diferencial para vestíveis em 2021. Segundo a marca, o rastreamento pode ser feito tanto durante os treinos, quanto durante o sono.

Nova Xiaomi Mi Smart Band 6 possui 60 mostradores/temas diferentes, além de seis novas pulseiras. Imagem: Xiaomi/Divulgação

Em termos de saúde, a Mi Band 6 também traz  monitoramento de frequência cardíaca, rastreamento de sono aprimorado (que monitora cochilos), ciclos de sono (incluindo REM) e qualidade da respiração durante o sono. Há também recursos para monitoramento de estresse, orientação de respiração profunda e ciclo menstrual.

Também existe, assim como em outras edições, um modelo compatível com NFC da Mi Band. Esse, entretanto, não deverá ser lançado em outros mercados além da China.

Fonte: olhardigital via Xiaomi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

China elimina dois robôs que se rebelaram contra o comunismo

Dois modelos de Inteligência Artificial, instalados no site de chat chinês QQ, começaram a…