Enquanto tenta se defender e tranquilizar o público quando o assunto é a sua nova política de privacidade, o WhatsApp voltou a ser alvo de polêmica. Isso porque um pesquisador de segurança revelou nesta semana que o mensageiro está expondo o número de celular de milhares de usuários.

De acordo com Rajshekhar Rajaharia, a versão web do mensageiro tem uma brecha que faz com esses números sejam indexados pelo Google. Esse problema acontece principalmente quando o usuário ativa o espelhamento web do aplicativo:

O vazamento está acontecendo pelo WhatsApp Web. Se alguém estiver usando o WhatsApp em um laptop ou PC de escritório, seu número móvel será indexado no Google Search. Falamos de números de usuários individuais, não telefones de negócios.

O mensageiro já foi alertado da falha de privacidade anteriormente. A solução encontrada foi pedir que o Google não indexasse os números e os links. Contudo, tudo ainda precisa ser aprimorado.

Por enquanto, o Google ainda não comentou a descoberta do pesquisador indiano. Já o WhatsApp afirma que já resolveu o problema envolvendo a indexação de números e links por meio do endereço “site:chat.whatsapp.com”.

Além disso, um porta-voz do mensageiro esclareceu que desde março de 2020 os links trazem a tag “noindex” para evitar que o problema se repita. No entanto, a empresa não disse nada sobre a nova brecha de segurança no WhatsApp Web.

Fonte: tudocelular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Privatização dos Correios – Projeto de Lei é enviado para Câmara

Bolsonaro acaba de confirmar detalhes sobre a PL de desestatização do serviço Jair Bolsona…