A Honor optou por garantir a sua sobrevivência

Huawei anunciou que venderá a Honor, sua empresa focada em fabricação de celulares intermediários para os consumidores mais jovens. A Huawei disse que a decisão “foi tomada pela Honor para garantir a sua sobrevivência,” após “tamanha pressão” e “uma indisponibilidade persistente de elementos técnicos necessários para nosso negócio de telefonia móvel.”

Os produtos da Honor são muitas vezes dependentes das tecnologias da própria Huawei, então a empresa também foi pega naquela sanção americana que impede a Huawei de fazer negócios com empresas americanas. A linha V30 de smartphones, por exemplo, utiliza o menos processador Kirin 990 que alimenta o P40 que é um dos flagship da Huawei. Sob uma nova dona, a Honor teria mais flexibilidade para desenvolver os seus produtos, e provavelmente negociar com empresas como a Qualcomm e o Google.

A Huawei disse que “não manterá nenhuma de suas ações ou estará envolvida em qualquer gerenciamento do negócio ou terá poder de conselho na nova Honor.” A empresa será propriedade da recém formada Shenzhen Zhixin New Information Technology Co., um consórcio se parceiros e empresas financiasas pelo governo.

Os termos do acordo não foram divulgados. O site Reuters informou no início deste mês que uma proposta de venda da Honor poderia chegar a 100 bilhões de yuans (o equivalente a R$ 82.4 bilhões).

Fonte: THEVERGE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Centauro concluicompra da Nike; CEO fala em ‘novas verticais’

O Grupo SBF — controlador da Centauro — concluiu a compra da operação da Nike no Brasil pa…