NVIDIA Maxine é oficial e usa a inteligência artificial nas videoconferências

As videoconferências tornaram-se amplamente democratizadas desde o inicio da pandemia em torno do Covid-19 e as medidas de contenção. Os serviços cresceram, mas a qualidade intrínseca da experiência pode permanecer uma barreira para a sua adopção.

Logicamente, ter uma webcam e um microfone de boa qualidade, além de uma sala acusticamente tratada, oferece as condições ideais para fazer videochamadas. Mas devemos admitir que poucos são os que dispõem de meios para pagar por esse tipo de coisa. Hoje, a NVIDIA apresentou uma solução que aproveita a inteligência artificial para ajudar neste ponto específico que é o da qualidade da própria experiência de videoconferência.

Com a NVIDIA Maxine, a videoconferência será amplamente melhorada

A empresa anunciou o NVIDIA Maxine, uma plataforma em nuvem alimentada por inteligência artificial que depende do uso de IA para melhorar a experiência geral de videoconferência. Com o Maxine, a NVIDIA usará a IA para ajudar a melhorar aspectos como a redução da largura de banda usada para chamadas de vídeo, entre outras coisas, analisando elementos-chave do rosto de uma pessoa em vez de mostrar todo o ecrã.

Isso ajudará a fornecer chamadas de vídeo mais suaves e limpas, especialmente para aqueles que não têm uma ligação de Internet muito rápida. O sistema também aumenta a resolução das chamadas de vídeo. Portanto, mesmo que tenha uma webcam em standby ou um acessório bastante limitado neste ponto, o software será capaz de melhorar o fluxo de saída digitalmente. Existem também outros recursos interessantes, como o enquadramento automático que, como o nome sugere, tentará manter o assunto no centro do enquadramento.

O Maxine também apresentará novas opções, como a tradução automática em legendas, para que pessoas que falam idiomas diferentes possam ver as suas próprias palavras traduzidas e legendadas em tempo real. Uma das grandes vantagens do Maxine é que o sistema funciona na nuvem. Por outras palavras, ele deve funcionar mesmo se que não tenha uma placa gráfica NVIDIA na sua máquina.

Embora alguns desses recursos já estejam disponíveis em algumas aplicações de videoconferência, o facto de a NVIDIA oferecer uma solução completamente descorrelacionada significa que as aplicações podem ser capazes de aproveitá-los para oferecê-los num futuro mais ou menos próximo.Ajude-nos a crescer, visite a nossa página do Facebook e deixe o seu gosto, para ter acesso a toda a informação em primeira mão. E se gostou do artigo não se esqueça de partilhar o mesmo com os seus amigos. Siga-nos também no Google Notícias, selecione-nos entre os seus favoritos clicando na estrela.

FONTE: NOTICIASETECNOLOGIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Razer lança cadeira gamer que promete melhorar sua postura

A nova cadeira gamer da Razer oferece suporte customizável para a lombar e não traz luzes …