Algumas horas após a Epic Gamer realizar o lançamento de um método de pagamento externo para contornar as taxas impostas pela App Store e Play Store, a Apple anunciou, por meio de nota oficial, a remoção do jogo Fortnite da plataforma, gerando mais um capítulo em uma polêmica que parece estar longe de acabar.

De acordo com as alegações da empresa, esta remoção foi realizada pela realização de uma ação que vai contra as diretrizes do site, onde é necessário que os desenvolvedores foquem em manter somente o método de pagamento da Apple para evitar falhas na segurança dos dados dos usuários, de maneira que possa comprometer os mesmo. As justificativas foram detalhadas na nota abaixo:

Comunicado oficial da Apple

Hoje, a Epic Games deu o passo infeliz de violar as diretrizes da App Store que são aplicadas igualmente a todos os desenvolvedores e projetadas para manter a loja segura para nossos usuários. Como resultado, seu aplicativo Fortnite foi removido da loja. A Epic habilitou um recurso em seu aplicativo que não foi revisado ou aprovado pela Apple, e o fez com a intenção expressa de violar as diretrizes da App Store em relação aos pagamentos no aplicativo que se aplicam a todos os desenvolvedores que vendem produtos ou serviços digitais. 

A Epic tem aplicativos na App Store há uma década e tem se beneficiado do ecossistema da App Store – incluindo suas ferramentas, testes e distribuição que a Apple fornece a todos os desenvolvedores. A Epic concordou com os termos e diretrizes da App Store livremente e estamos felizes por terem construído um negócio tão bem-sucedido na App Store. O fato de seus interesses comerciais agora os levarem a pressionar por um acordo especial não muda o fato de que essas diretrizes criam condições equitativas para todos os desenvolvedores e tornam a loja segura para todos os usuários. Faremos todos os esforços para trabalhar com a Epic para resolver essas violações para que eles possam devolver o Fortnite à App Store.

E não para por aí!

Depois que a Apple executou a remoção, a Epic Games informou através da conta do jogo Fortnite no Twitter que está tomando as medidas cabíveis para que a empresa comandada por Tim Cook seja responsabilizada pela ação por meio de um processo judicial.

Segunda a empresa, a gigante de Cupertino está realizando uma ação de monopólio, algo que a mesma há havia mostrando-se contra em 1984, quando, durante o lançamento do primeiro Macintosh, ela fez com que o produto fosse uma quebra dessa dominância para gerar uma concorrência justa.

Para ajudar a aumentar ainda mais a polêmica, bem como demonstrar a força que a comunidade de jogadores tem, a Epic Games divulgou um teaser mostrando a quebra de domínio em conjunto com a solicitação de que os fãs utilizem a hastag #FreeFortnite para obrigar a Apple a voltar atrás na remoção.

Download | Android
Download |iOS

Fonte: tudocelular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Piloto consegue pousar avião partido ao meio em Denver, nos EUA

Um piloto conseguiu uma façanha digna de filmes de ação na última quarta-feira (12). Ainda…