Bill Gates, por meio de sua fundação filantrópica, anunciou que irá construir 7 fábricas para produzir em massa cada uma das 7 vacinas mais promissoras em desenvolvimento contra o novo coronavírus.

De acordo com o magnata e filantropo, a ideia é acelerar o processo de pesquisa, mesmo que ao final apenas uma ou duas vacinas sejam aproveitáveis para a população.

A iniciativa do bilionário filantropo foi abordada nesta semana em entrevista (remota) ao comediante Trevor Noah, do The Daily Show.

“Como nossa fundação tem uma experiência bastante profunda lidando com doenças infecciosas, pensamos na epidemia, financiamos algumas coisas a serem mais preparadas, como um esforço de vacina”, disse Gates. “Nosso investimento inicial pode acelerar as coisas.”

A construção de múltiplas fábricas exigirá um investimento bilionário, que o magnata classifica como “necessário” para salvar milhares de vidas a longo prazo.

“Embora acabemos escolhendo no máximo duas delas, vamos financiar fábricas para todas as sete, apenas para não perdermos tempo dizendo em série: ‘OK, qual vacina funciona?’ e depois construir a fábrica”, disse Bill Gates.

Ele acrescentou em um artigo publicado no jornal The Washington Post: “Para acabar com a doença, precisaremos de uma vacina segura e eficaz. Se fizermos tudo certo, poderíamos ter uma pronta em menos de 18 meses – o mais rápido que uma vacina já foi desenvolvida”.

“Podemos começar agora construindo as instalações onde essas vacinas serão feitas. Como muitos dos principais candidatos [a vacinas] são feitos com equipamentos exclusivos, teremos que construir instalações para cada um deles, sabendo que alguns não serão usados. As empresas privadas não podem correr esse tipo de risco, mas o governo federal pode. É um grande sinal de que o governo fez acordos esta semana com pelo menos duas empresas para se preparar para a fabricação de vacinas. Espero que mais negócios sigam”, complementou.

“Em 2015, pedi aos líderes mundiais em uma palestra no TED que se preparassem para uma pandemia da mesma maneira que se preparam para a guerra – executando simulações para encontrar as falhas no sistema. Como vimos este ano, ainda temos um longo caminho a percorrer ”, afirmou. “Mas ainda acredito que se tomarmos as decisões corretas agora, informadas pela ciência, dados e pela experiência de profissionais médicos, poderemos salvar vidas e fazer com que o país volte ao trabalho”, concluiu.

Fonte: razoesparaacreditar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Feliz aniversário S0ST1N3S

Hoje é um dia muito especial, para você e para todos nós também, pois apenas desejamos o s…