Terá gameplay letal e que recompensa a tua skill.

A Riot Games revelou oficialmente os primeiros detalhes de Project A.

O nome oficial do jogo é Valorant e apresenta-se como um FPS competitivo de cinco contra cinco jogadores em que a habilidade individual tem extrema importância para alcançar a vitória. A jogabilidade é descrita como rápida, letal e de alto risco, recompensado os jogadores por diferentes estilos de jogabilidade.

Como o próximo jogo da Riot Games, a empresa que criou o fenómeno League of Legends, existem naturalmente expectativas elevadíssimas para Valorant. O jogo terá um modelo de negócio free-to-play e deixará que os jogadores escolhem um diverso leque de personagens com habilidades que complementam a jogabilidade com as armas de fogo.

“A jogabilidade é descrita como rápida, letal e de alto risco”

O contexto de Valorant é o futuro próximo. Os jogadores vão poder escolher agentes de localizações e culturas reais. Cada agente terá vantagens tácticas diferentes e poderão fortificar locais, controlar território inimigo, procurar por informações dos adversários, entre outras coisas.

Mas o maior orgulho da Riot Games para Valorant são os servidores dedicados de 128-tick para todos os jogadores, garantindo que a maioria dos jogadores das grandes cidades mundiais vão ter um ping inferior a 35ms, assegurando que a experiência de jogar online será a melhor possível.

Em particular, a Riot Games garante que os servidores de Valorant fazem um upsample de todos os movimentos dos jogadores para 128 fps, ou seja, mesmo que um jogador esteja a sofrer de uma ligação fraca à Internet, não terá vantagem sobre os outros jogadores, uma coisa que acontece frequentemente em jogos de tiros competitivos.

Complementando isto estão vários sistemas de anti-batotas que vão impedir os jogadores de ver através de paredes e de usar vantagens como velocidade exagerada ou tele-transportação.

Valorant será lançado para PC no Verão de 2020. Confere as primeiras imagens oficiais.

Fonte: eurogamer.pt via dotesports

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp quer permitir que empresas façam vendas direto no aplicativo mais será pago

O produto vai permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook e o gerenciamento…