Explicamos como funciona o Ultra Low Latency Mode e quando ele traz melhorias aos games

A versão 436.02 do driver GeForce introduziu, além das típicas melhorias de performance e correção de falhas, um novo recurso chamado Ultra Low Latency Mode, algo como Modo de Latência Ultra Baixa, em tradução livre para o português. Esse recurso busca reduzir o atraso que o jogador recebe novos quadros em suas partidas, algo crucial para games competitivos que demandam respostas rápidas.

Todo quadro exibido ao jogador inevitavelmente possui um atraso. Entre ser finalizado pelo processador, depois “desenhado” pela placa de vídeo e por fim exibido pelo monitor, essas etapas vão adicionando latência e, inevitavelmente, assim que você vê algo em sua tela ela está alguns milissegundos atrasado. 

Vários games vem implementando recursos para reduzir ao máximo esse atraso, seja reduzindo os buffers na renderização (aqueles quadros que ficam prontos e esperam em uma fila para serem exibidos) até recursos como o a renderização de quadros futuros, que pode ser desabilitado em Battlefield V. O modo implementado pela Nvidia traz um novo passo na direção de reduzir ainda mais esse atraso, tentando fazer com que o quadro seja exibido com o menor atraso possível.

Para isso, a empresa otimizou seu driver para reduzir uma espera: o intervalo entre o processador terminar seu trabalho e a placa de vídeo iniciar sua parte. Em um game limitado pela performance da placa de vídeo, o CPU termina seu ciclo de trabalho e deixa todos os recursos prontos para a placa de vídeo muito antes da GPU ter terminado o quadro anterior. O modo de latência ultra baixo otimiza essa produção do quadro fazendo com que o processador prepare o quadro apenas instantes antes da placa de vídeo voltar a ficar ociosa e estar pronta para fazer o próximo quadro.

Essa otimização já tem um cenário claro: games limitados pela placa de vídeo, ou como vocês podem encontrar em inglês, os “GPU bound” (atrelados ao GPU, em tradução livre). Em um game que o jogo está rodando limitado pelo processador, ou seja, a placa de vídeo é quem fica ociosa esperando por novas instruções do processador, essa otimização não traz impactos relevantes. Na situação ideal para o uso desse recurso, com jogos rodando na faixa dos 60 a 100 FPS, a Nvidia afirma que é possível derrubar em 33% a latênica, reduzindo em até 11 milissegundos o tempo de resposta comparado ao modo de baixa latência tradicional.

Um centésimo de segundo pode não parecer muito, mas toda redução na latência é bem-vinda e, principalmente, essa redução é obtida sem fazer upgrade no sistema, só uma configuração de software. Para ativá-la, basta acessar o Painel de Controle da Nvidia, e clicar em “Gerenciar as configurações em 3D” e alternar o “Modo de latência baixa”.

Existem três modos, com os seguintes efeitos:

Desligado: são mantidos entre 1 e 3 quadros na fila de renderização
Ligado: é mantido apenas um quadro na fila (alguns games já possuem internamente essa opção)
Ultra: ativa o modo de latência ultra baixo

Ativar o modo de latência ultra baixo pode aumentar a carga no processador, algo que não é um problema já que em teoria ele é feito para melhorar a latência em cenários que o limitador de performance é a placa de vídeo. Portanto o ideal é experimentar qual modo é mais eficiente na prática, já que sobrecarga no CPU pode trazer problemas graves como stutterings (pequenos travamentos) que podem impactar negativamente na experiência.

Outro ponto relevante a ser cuidado: o modo de ultra baixa latência está disponível apenas em jogos baseados em DirectX 9 e 11. APIs de baixo nível, como DirectX 12 e Vulkan, dão ao game controle sobre a fila de quadros para renderização, tirando essa função do driver e tornando impossível para a Nvidia realizar otimizações nesse processo.

Quando ativar o Modo Ultra Baixa Latência

– Games em DirectX 9 e 11
– Foco no competitivo, onde respostas rápidas são cruciais
– Games rodando limitados pela performance da placa de vídeo, oscilando entre 60 a 100 quadros

Fonte: adrenaline

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…