“A Tencent comprará a Ubisoft em 2020, a empresa já possui uma participação da editora francesa e o conteúdo da empresa transalpina parece muito popular entre os jogadores chineses”, diz Agência.

Yves Guillemot Fundador e é o presidente e CEO da Ubisoft

Essa é a motivação por trás da previsão de Joost van Dreunen, que informa que a Ubisoft atualmente vale cerca de sete bilhões de dólares, por conta das vendas abaixo do esperado do Ghost Recon Breakpoint, The Division 2 e Far Cry New Dawn, um evento que levou a empresa liderada por Yves Guillemot a revisar sua linha editorial, dando lugar a uma série de reestruturações e mudanças internas com o objetivo de enfrentar um mercado da melhor maneira possível e cada vez mais competitivo.

Outro fatores grandes também fazem com que essa possibilidade aconteça, pois recentemente a Tencent entrou em problemas com o governo chinês, mas ter um pedaço das ações da Ubisoft os lhe favoreceram, pois seus jogos e conteúdos são muito consumidos pelo país Chinês, tais participações da Tencent na Ubisoft ocorrem devido á Ubisoft ter vendido á eles pra escapar de uma possível compra da gigante Vivendi, que passou anos tentando comprá-los, e agora, a Tencent parece interessada em ser a empresa que vos adquire.

Ma Huateng, conhecido como Pony Ma é o co-fundador e presidente do conselho da Tencent

De acordo com van Dreunen, a aquisição pode custar à Tencent dez bilhões de dólares, no entanto, deve-se dizer que a Guillemot lutou muito para rejeitar os movimentos de aquisição da gigante Vivendi, o fundador da casa francesa não parece disposto a vender a empresa e ele está disposto a fazer qualquer coisa para manter a independência, mas nada impede que uma aquisição Hostil possa acontecer.

Teremos de aguardar o que a Ubisoft tem a dizer sobre isso pra termos uma noção do escopo do que pode surgir caso a gigante chinesa Tencent adquira-os.

Conheça a gigante Tencent, a empresa de internet que vale mais que Netflix, Uber, SpaceX, Spotify somados e nunca ouvimos falar

A empresa chinesa Tencent vai mais que Nerflix, Uber, Airbnb, SpaceX, Tesla, Spotify, Snap, Pinterest, Palantir e Dropbox somados, e ainda sobram US$56 bi.

A inovação nos EUA sempre está no foco da mídia, mas provavelmente você nunca ouviu falar desta gigante chinesa que faz parte de uma revolução tecnológia oriental e que ganha o mundo.

A Tencent é o maior e mais utilizado portal de serviços de internet da China. Desde a sua criação, na última década, ela tem mantido um crescimento constante no âmbito das suas estratégias operacionais voltadas para o usuário.

a73b73850b1e2fb756dd94122b528052.png

Entre as maiores do mundo da internet, ela só perde para a Google, Amazon, Alibaba e Ebay, por enquanto.

Mas afinal, quem é essa empresa que vale mais que o Facebook?

O conglomerado chinês de mídia e telecomunicações tem rapidamente se tornado uma das maiores empresas da internet. Ela entrou no mercado com o OICQ Messenger, que mais tarde virou QQ. Durante a metade dos anos 2000, começou a expandir para outros setores, incluindo mecanismos de buscas com o Soso e, ao mesmo tempo, também licenciava jogos como CrossFire e Dungeon Fighter Online.

Na China a Tencent é responsável por algumas das maiores redes sociais e apps de troca de mensagens, incluindo QQ, WeChat e Qzone. A Tencent tem até mesmo a sua própria assistente digital, chamada Xiaowei, que pode responder perguntas sobre o clima e o tráfego da mesma forma que a Alexa, da Amazon ou a Siri, da Apple. Os números de apps e serviços web da empresa na China parecem intermináveis, incluindo o serviço de pagamento móvel TenPay, o serviço de armazenamento na nuvem Weiyun e até mesmo o estúdio de filmagem Tencent Pictures.

Nos Estados Unidos ela é dona de companhias como Riot Games (criadora de League of Legends), Supercell (criadora de Clash of Clans) e possui grandes investimentos em empresas como a Epic Games (criadora de Gears of War) e Activision Blizzard (criadora de Overwatch e Destiny).

Ela também investe na Frontier Developments, desenvolvedores de Elite: Dangerous e Planet Coaster, adquirindo 12% das ações do Snapchat, e negocia a compra da Rovio, criadora de Angry Birds.

A empresa tem um número absurdo de usuários. Só o WeChat atingiu 938 milhões de perfis mensais em maio.

Em breve a companhia deve desafiar Google, Facebook e Alibaba no setor de anúncios digitais, um departamento onde atualmente é responsável por 17% da receita da Tencent. Em uma comparação rápida, no Facebook o anúncio digital é responsável por 97%.

Esse pode ser o começo de uma grande mudança no ranking de poderosos da internet e tenha certeza que, se essa é a primeira vez que escuta falar da Tencent, logo logo essa marca estará no seu dia-a-dia tanto quanto Google, Apple e Facebook.

Fonte: gamevicio e curtamais via Asapland

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp quer permitir que empresas façam vendas direto no aplicativo mais será pago

O produto vai permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook e o gerenciamento…