Valve removeu vários jogadores e grupos do Steam, além de conteúdo criado por usuários com imagens nazistas após reclamações de um órgão regulador alemão.

Valve removeu os perfis de vários usuários do Steam, bem como grupos de jogadores, papéis de parede e outros conteúdos gerados pelos usuários, que continham imagens nazistas. A remoção desses elementos não foi realizada por conta própria, mas depois que um órgão regulador alemão exigiu que a empresa agisse.

“O Steam é muito popular com crianças e adolescentes e mais velhos por causa de suas muitas opções. No entanto, extremistas de direita também usam a plataforma para espalhar sua propaganda e recrutar novos seguidores”, diz eles, da agência reguladora alemã de televisão e o rádio, o MA HSH (Autoridade de Mídia de Hamburgo Schleswig-Holstain).
Valve teve que remover mais de 50 conteúdos gerados pelos usuários com referências nazistas. O MA HSH pediu à Valve para remover 30 perfis de jogadores e 28 papéis de parede que são ilegais pela lei alemã. A empresa de Gabe Newell retirou de sua plataforma jogadores que tinham nomes como “Führer” e “Holocaust”, além de grupos como “Reconquista Germania”.

Com algumas exceções, o Steam removeu todo o conteúdo, incluindo o grupo ‘Reconquest Germania’, que em sua descrição do grupo exigia o extermínio do mundo judaico”, explicam eles do MA HSH. O Tratado Interestadual Alemão de Proteção à Criança impede o uso desse tipo de idioma, exceto em casos como ensino, pesquisa “ou se é crítica ou sátira”.

Fonte: madinfinite via ELESPANOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Streamer brasileiro recebe doação de R$ 900 mil durante live

Brlkgames conseguiu arrecadar o dinheiro para pagar o tratamento de saúde do irmão O strea…