Documentos oficiais do Motherboard revelaram que, no último mês, a equipe do FBI de combate ao esquema de tráfico de drogas solicitou informações pessoais de um assinante da PSN à Sony, requerindo mandado de busca. A equipe tática foi acionada logo após receber denúncias de que Curtis Alexander, conhecido na comunidade gamer como ‘Dola‘, poderia estar comandando um esquema de venda de cocaína e a investigação foi realizada até mesmo sobre os games jogados pelo rapaz.

Dessa maneira, é possível observar que o combate às más utilizações de serviços online e às facilidades de contato que possam garantir são mais causas para que os serviços de investigação e controle de crimes virtuais solicitem, constantemente, os dados pessoais registrados de usuários, que podem ser bem úteis para encerrar casos como esse.

https://www.dexerto.com/general/fbi-search-warrant-ps4-user-psn-deal-drugs-1295131
(Fonte: Reprodução)

“A CHS [Confidential Human Source ou Informante Confidencial] alegou que Alexander estava cobrando $34.000,00 por kilograma de cocaína. A CHS alega que Alexander utilizada o nome de usuário PlayStation ‘Speedola20‘”, apresentou um informante do FBI, que alega ter sido contactado pelo traficante durante um jogo.

A comunicação foi parte de uma emboscada do FBI que tratou de negociar com ‘Dola’ como se houvesse interessa na compra, possibilitando uma avaliação geral do caso e do esquema de vendas do traficante, e foi realizada através dos sistemas de chat de voz da Playstation Network. Assim, a equipe de inteligência americana solicitou as informações do rapaz à Sony, incluindo registros de atividade na conta, principalmente os que envolviam comunicação e troca de mensagens.

A Sony não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: voxel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

PS5: chefão da Sony explica o design futurista do console

Para Jim Ryan, presidente da Sony, o PS5 foi pensado para ficar bonito em uma sala de esta…