Oi, Vivo e Claro perdem liderança de acessos de banda larga fixa por conta de crescimento de pequenas operadoras

Os provedores de banda larga regionais estão dando trabalho para empresas tradicionais como Vivo, Oi e Claro/NET: um levantamento do Teleco aponta que as operadoras menores lideram a participação de mercado em 3.509 cidades brasileiras.

Esta é a quantidade de municípios em que cada operadora tem liderança em market share:

  • Competitivas (pequeno porte): 3.509 municípios
  • Oi: 1.631 municípios
  • Vivo: 323 municípios
  • Claro/NET: 97 municípios

Os dados são de setembro de 2019. No fim do ano anterior, as pequenas operadoras já tinham liderança em 3.140 cidades, enquanto em 2017 eram 2.523 municípios onde uma empresa de pequeno porte era a principal prestadora.

Esse tipo de crescimento ocorre porque as grandes operadoras não conseguem investir na expansão das redes de fibra óptica. A Oi é a principal afetada, uma vez que a empresa possui concessão em todos os estados brasileiros exceto São Paulo. Ela possui uma extensa cobertura do serviço de banda larga, mas fica limitada à tecnologia ADSL/VDSL.

A grande maioria dos pequenos provedores entrantes atua com fibra óptica e, sem combo com telefonia fixa, móvel e TV por assinatura, eles conseguem entregar maior velocidade de internet a um valor mais atraente.

Oi, Vivo e Claro tentam conter crescimento dos menores

Oi já coloca em prática seu plano estratégico que prevê cobertura de fibra óptica para 16 milhões de domicílios até 2021. Dados de setembro da Anatel mostram que, dos 5,6 milhões de acessos de banda larga fixa da operadora, apenas 13,7% utilizam última milha de fibra óptica.

Além de expandir a rede própria, Vivo aposta em um modelo de franquia, no qual empreendedores criam sua própria rede usando os moldes da operadora-mãe e adotam a marca Terra conectado por Vivo Fibra. O investimento mínimo do franqueado é de R$ 2,5 milhões num contrato de 10 anos. O modelo já foi adotado na cidade de Águas Lindas de Goiás (GO).

Enquanto isso, a Claro optou pela adoção da fibra óptica nas novas cidades entrantes. A empresa, por meio da NET, utiliza principalmente a tecnologia DOCSIS, que utiliza cabos coaxiais; isso corresponde a 96,7% dos acessos.

Fonte: tecnoblog.net via Teleco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Bug em Call of Duty: Modern Warfare revela mapa do modo Battle Royale

Recentemente houve um vazamento de dados no modo Battle Royale no título Call of Duty: Mod…