Autor do processo diz que recebeu uma mensagem em um aplicativo do seu iPhone, sugerindo que ele tentasse relacionamento com pessoas do mesmo sexo

Um homem está processando a Apple em cerca de US$ 15 mil com a alegação de que a empresa o “levou à homossexualidade”, a informação é do Moscow Times. O autor do processo, identificado como D. Razumilov, diz que se tornou “envolvido em relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo” no início deste ano, depois de receber “69 GayCoins” (moedas gay, em tradução livre) em um aplicativo de pagamento de criptomoeda que ele baixou em seu iPhone em 2017.

Segundo D. Razumilov, o remetente das criptomoedas teria incluído uma mensagem em inglês que dizia: “não julgue sem tentar”. “Pensei, de fato, como posso julgar algo sem tentar? E decidi tentar relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo”, conta o russo.

A tentativa deu certo e o russo encontrou até mesmo um namorado, mas ele não parece muito feliz com a situação. “Eu tenho um namorado estável e não sei como explicar isso para meus pais. Depois de receber a mensagem, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal”. Razumilov acusou a Apple de “manipular-me em direção à homossexualidade”, o que lhe causou “sofrimento moral e danos à saúde mental”.

Embora acusar a Apple não seja muito realista, a verdade é que não é fácil ser homossexual na Rússia. O presidente Vladimir Putin deixa clara sua posição contra relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo e isso repercute na sociedade com vários casos de ameaças, bullying, abuso e discriminação sendo registrados diariamente.

Fonte: olhardigital via: The Moscow Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp caiu: app não deixa usuários fazerem login nesta segunda (11)

WhatsApp está fora do ar para alguns usuários no Android e iPhone; app pede para esperar 5…