A empresa deu punições severas pra um jogador profissional que protestou a favor da liberdade de Hong Kong

Depois da Blizzard anunciar retaliações a Chung “Blitzchung” Ng Wai, profissional de Hearthstone, por suas manifestações políticas, uma pequeno grupo de funcionários deixou a empresa como forma de protesto, de acordo com o Daily Beast.

O jogador, que havia exclamado “Liberem Hong Kong” durante a transmissão do Hearthstone Grandmasters, teve de entregar o seu dinheiro em premiação, foi desqualificado do torneio e ainda recebeu uma suspensão de um ano sem poder participar de eventos oficiais de Hearthstone.

A ação da Blizzard contra o jogador foi decepcionante mas não surpreendente“, disse um funcionário de longa data da Blizzard ao Daily Beast. “A Blizzard ganha muito dinheiro na China, mas agora a empresa está nessa situação esquisita onde não podemos defender nossos valores“.

Funcionários que permaneceram na companhia também demonstraram sua indignação: uma pequena aglomeração foi feita em torno da icônica estátua de Orc na sede da Blizzard. Grande parte dos manifestantes portava um guarda-chuva, que também é bastante usados nos protestos de Hong Kong.

A manifestação de Blitzchung vem em meio uma grande tensao entre a China e Hong Kong. O problema começou em junho, quando propostas sugeriam que habitantes da cidade poderiam ser extraditados para a China. Entretanto, Hong Kong possui certa autonomia em relação ao país, e sua população foi às ruas contra a aprovação desse projeto.

Fonte: theenemy via thedailybeast

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Datas e Horários de lançamento do Call of Duty: Modern Warfare PS4, XBOX e PC

À medida que nos aproximamos do lançamento de Call of Duty: Modern Warfare, muitos se perg…