Jogo da Activision muda detalhes importantes de episódio da Primeira Guerra do Golfo

Depois do fósforo branco, o novo Call of Duty: Modern Warfare está novamente envolvido em polêmicas, desta vez relacionada a como o jogo retrata um certo evento histórico do mundo real.

Parte da trama faz referência a um episódio conhecido como Autoestrada da Morte (Highway of Death na mídia americana), no qual o exército americano atacou militares iraquianos em 1991, durante a Primeira Guerra do Golfo.

O novo jogo da Activision, no entanto, atribui o ataque à Rússia, que nem participou do conflito.

Na época, o episódio chocou pelas imagens fortes registradas e divulgadas pelo mundo, citadas inclusive como um dos motivos para o então presidente George H. W. Bush declarar uma trégua nas hostilidades.

Além de militares iraquianos em retirada, estima-se que havia também reféns e até mulheres e crianças entre as vítimas dos ataques, contribuindo para o aspecto controverso do episódio.

Até o momento de publicação deste texto, nem Activision e nem o estúdio Infinity Ward tinham se pronunciado sobre esse detalhe na campanha do jogo.

Call of Duty: Modern Warfare já está disponível para PCPlayStation 4 e Xbox One.

Fonte: theenemy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Conheça os Jogos da Comunidade do Battlefield V, HC só em 2020

BFV: Jogos da Comunidade (servidores) lista completa com recurso atuais e o que virá em 20…