A pouco mais de duas semanas para a estreia do Apple TV+, as notícias da plataforma de streaming da Maçã não param de surgir — e mostram que a gigante está disposta a ir cada vez mais longe para ocupar um lugar de destaque no segmento. Querem ver? Pois vamos lá.

Masters

A grande notícia dos últimos dias vai além de uma nova série ou filme: a Apple está formando seu próprio estúdio, onde realizará produções próprias sem o intermédio de parceiras — até agora, todas as séries originais anunciadas para o Apple TV+ são feitas com estúdios externos, mas a Maçã aparentemente quer ter a opção de, quando necessário, agir totalmente sozinha.

O novo estúdio, denominado Masters, será capitaneado pelos chefes de audiovisual da Maçã, Zack Van Amburg e Jamie Erlicht. E o projeto já tem sua primeira produção anunciada — aliás, que produção!. De acordo com o Hollywood Reporter, a Apple fará uma sequência das famosas séries “Band of Brothers” e “The Pacific”, chamada “Masters of the Air”.

"Band of Brothers"
“Band of Brothers”

A série, baseada no livro de mesmo nome de Donald L. Miller, seguirá a história real dos bombardeiros da Oitava Força Aérea que lutaram contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial. Steven Spielberg e Tom Hanks, produtores executivos das séries anteriores, desempenharão o mesmo papel na nova produção.

Além de um projeto extremamente ambicioso para a Apple, o anúncio também representa uma vitória da Maçã contra uma das suas principais rivais no ramo — tanto “Band of Brothers” quanto “The Pacific”, afinal, foram realizadas pela HBO, e o fato de a Maçã ter conseguido atrair para os seus terrenos a terceira parte da história mostra a força da empresa no segmento antes mesmo de entrar oficialmente nele.

Ainda não há mais informações sobre equipe e elenco de “Masters of the Air”, mas certamente ouviremos muito mais sobre a série nos próximos tempos.

“Ted Lasso”

Enquanto isso, a Apple encomendou mais uma produção: “Ted Lasso”, baseada no personagem de mesmo nome, interpretado por Jason Sudeikis (“Saturday Night Live”), que ganhou fama em vídeos esportivos da NBC.

Jason Sudeikis como "Ted Lasso"
Jason Sudeikis como “Ted Lasso”

De acordo com a Variety, a série expandirá a personalidade de Lasso, retratando-o como um idealista treinador de futebol americano que é contratado para dirigir um time de futebol na Inglaterra, mesmo não tendo nenhuma experiência na área. Além de estrelar, Sudeikis roteirizará e produzirá o seriado.

Bill Lawrence, que co-escreveu o piloto da série com Sudeikis, será produtor executivo através da sua companhia, Doozer Productions; A Warner Bros. Television será o estúdio responsável. Ainda não há informações sobre filmagens ou data de estreia.

Ações promocionais

A Apple está, também, intensificando as ações promocionais das suas séries já anunciadas. Em uma longa entrevista para a Emmy Magazine, os chefões do Apple TV+, Jamie Erlicht e Zack Van Amburg, compartilharam algumas informações sobre “See”, série estrelada por Jason Momoa (“Aquaman”), afirmando que os espectadores poderão esperar algo tão épico quanto “Game of Thrones”.

Os executivos falaram também sobre a forma com que a produção construiu um mundo totalmente constituído por pessoas cegas, afirmando que muitos atores com deficiências visuais — bem como consultores, biólogos e especialistas em sobrevivência — foram contratados para formar a experiência mais realista possível.

A edição da revista, que estampou os astros Jason Momoa e Alfre Woodard na capa, ainda teve um passo extra de divulgação por parte da Apple: um anúncio de página inteira, destacando a série “The Morning Show”, ofereceu aos leitores um período de testes de três meses do Apple TV+. Revistas entregues por assinatura destacaram até mesmo o nome do leitor.

Anúncio na Emmy Magazine destacando "The Morning Show"

Nada mau, hein?

Fonte: macmagazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

AMD anuncia novo Athlon 3000G, agora desbloqueado para overclock e custando US$ 49

Processador conta com clocks maiores que seu antecessor e vem para brigar no segmento de e…