Terminal em Pequim foi construído em menos de cinco anos ao custo de R$ 70 bilhões e deve atender 72 milhões de passageiros por ano

O presidente da ChinaXi Jinping, inaugurou o Aeroporto Internacional Daxing nesta quarta-feira, 25, poucos dias antes do 70º aniversário de governo do Partido Comunista. O local, que possui o maior terminal do mundo, foi construído em menos de cinco anos ao custo de US$ 17 bilhões (R$70,4 bilhões) para atender 72 milhões de passageiros por ano até 2025.

É o segundo aeroporto internacional na capital, Pequim, e está localizado ao sul da cidade. Espera-se que, assim, alivie a pressão sobre o aeroporto internacional localizado ao norte, cuja superlotação costuma resultar em atrasos nos voos. 

Existe um terceiro aeroporto em Pequim, o Nanyuan, para voos domésticos, mas o governo diz que será desativado assim que o Daxing entrar em operação.

O primeiro voo comercial foi realizado pela China Southern Airlines em direção à província de Guangdong, no sul do país.

Com a forma de uma fênix  – ou uma estrela-do-mar para alguns -, o aeroporto foi projetado pela arquiteta iraquiana Zaha Hadid, morta em 2016. 

Aeroporto Daxing
Aeroporto Internacional de Daxing, em Pequim, inaugurado em 25 de setembro de 2019 Foto: STR/ AFP
Aeroporto Daxing
Aeroporto Internacional Daxing Foto: Greg Baker/ AFP
Aeroporto Daxing
Aeroporto Internacional de Daxing Foto: STR/ AFP

Fonte: economia.estadao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Donald Trump assina decreto para limitar proteção a redes sociais

Trump acusou o Twitter de tomar ‘decisões editoriais’ e de ser ‘politica…