Controvérsia com loot boxes levou a embate entre funcionários da Respawn e jogadores

Na última terça (13), Apex Legends recebeu o Iron Crown Collection, um evento especial por tempo limitado que inclui, entre outras coisas, um modo solo para o jogo.

Jogadores, porém, logo notaram que a maior parte dos itens e cosméticos especiais do evento só poderiam ser adquiridos por meio de loot boxes, incluindo o machado lendário do personagem Bloodhound, que só podia ser ganho após gastar dezenas de libras/dólares (ou centenas e centenas de reais).

Naturalmente, isso levou a fortes críticas por parte da comunidade, e o produtor Greg McCoy, da Respawn Entertainment, publicou uma atualização no blog da empresa prometendo mudanças ao sistema para a venda de itens lendários, e admitindo que o estúdio errou com o modelo de microtransações.

“Com o evento Iron Crown, nós erramos a mão ao quebrarmos nossa promessa ao fazer os Pacotes Apex o único jeito de conseguir o que muitos consideram as skins mais legais que lançamos”, diz o blog.

Mesmo com as mudanças, porém, vários membros da comunidade ainda criticaram o modelo de monetização do jogo, com direito a xingamentos aos desenvolvedores e à publisher Electronic Arts.

McCoy, em resposta, também lançou insultos a parte da comunidade na rede social.

“Eu estou na indústria há tempo suficiente para lembrar quando jogadores não eram completos babacas com desenvolvedores e era bem legal. Eu forjei muitas amizades de longo prazo naquela época”, escreveu. “Seria ótimo voltar para lá, e não engajar com pessoas tóxicas ou perguntar ‘quão alto’ quando uma turba berra ‘pule’ seria, com sorte, um início.”

O produtor também acabou insultando (presumivelmente por acidente) jogadores que não gastam dinheiro no game.

“A quantidade de pessoas que gastam é muito baixa, a maioria de vocês são aproveitadores (e adoramos isso!), e uma mudança no preço não vai mover a agulha.”

O público, naturalmente, se revoltou com as respostas, assim como a reação do gerente de comunidade da Respawn, Jay Frechetteque defendeu McCoy.

“Então não tem problema quando todos vocês nos chamam de mentirosos, enganadores, e outros ataques pessoais quando comunicamos um pedido de desculpas e atualização ao evento, mas somos ‘imaturos’ quando alertamos as pessoas ao fazer isso. Entendi.”

Um usuário publicou um texto, que ao ponto da publicação desta nota tem mais de 15 mil curtidas, dizendo que a Respawn trouxe uma “nova era de hostilidade” à comunidade.

“Vocês cometeram o maior pecado capital: vocês levaram para o pessoal”, diz a mensagem. “Vocês, como uma equipe de profissionais tentando ganhar dinheiro, levaram para o pessoal. Levaram para o pessoal e decidiram insultar sua base de jogadores, nos chamando de ‘babacas’ e ‘aproveitadores’. Não foi esperto.”

“Não vamos esquecer disso. Vocês nos deram um novo tom para o tipo de interação que vamos ter com vocês. É um tom frio. Em que não há nenhuma ilusão sobre a realidade da situação. Noções anteriores de ‘família’ estão mortos. Somos meros consumidores para vocês, e isso é óbvio.”

“Vocês decidiram trazer uma nova era de hostilidade e amargura. Bem feito. Ótima estratégia de relações públicas.”

Outro tópico de um usuário, com mais de 22 mil curtidas durante a publicação desta nota, procurou remediar a situação.

“Embora tenhamos o direito de ficar bravos, não podemos deixar algumas maçãs podres (respostas) permitir que a árvore inteira seja derrubada”, escreveu. “O que estou dizendo é que podemos ser civilizados e NÃO reduzir a pura toxicidade, a loja e seus preços precisam 100% de trabalho e acertos, mas não vamos agir como se toda a Respawn fosse maligna.”

A comunidade também criou memes com base nas declarações de McCoy.

O evento especial de Apex Legends está marcado para até 27 de agosto.

[ATUALIZAÇÃO]: O CEO da Respawn, Vince Zampellase pronunciou sobre o caso.

As críticas continuaram, até o ponto do produtor Greg McCoyinsultar parte da comunidade no subreddit oficial do jogo.

A reação, como é de se esperar, foi extremamente negativa, com o gerente de comunidade Jay Frechette também sendo envolvido ao defender o produtor.

Sendo assim, o CEO e cofundador da Respawn, Vince Zampella, publicou um pronunciamento em seu Twitter:

“Na sexta, demos aos fãs de Apex uma atualização sobre como estamos mudando o evento Iron Crown. Alguns de nossa equipe então juntaram-se a uma discussão com nossa comunidade no Reddit, e as coisas chegaram a um ponto bem ruim.

“Alguns do nosso pessoal passaram dos limites em seus comentários, e isso não é como queremos que a Respawn seja representada. Peço desculpas a qualquer um de nossos fãs que se ofenderam.”

“Eu ficarei à frente do time da Respawn e apoiá-los quanto a se pronunciar contra alguns comentários tóxicos e pesados direcionados a eles, incluindo tudo desde ameaças de morte até comentários contra suas famílias e entes queridos.”

“Mas não devemos contribuir com isso quando nós fazemos estes comentários, e aumentamos o próprio problema que queremos prevenir. Precisamos dar o exemplo. Semana passada não fizemos isso, e daqui para frente faremos melhor.”

“Ter uma relação aberta e honesta com nossa comunidade é incrivelmente importante para todos nós na Respawn.”

O Iron Crown vai até a próxima terça, 27 de agosto.

Fonte: theenemy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Servidores Hardcore no Battlefield V em 2020

Disponível desde os dias do Battlefield 2, os servidores Hardcore têm sido a experiência b…