Quase todo serviço na web conta com um infraestrutura de nuvem por trás. Na região, já temos datacenters da Amazon (com a AWS), da Microsoft (com o Azure) e do Google (com o Google Cloud). Chegando um pouco depois na festa vem a IBM que, em evento realizado nesta terça-feira (27), anunciou que o Estado de São Paulo terá o primeiro datacenter Multizone Region da plataforma IBM Cloud na região. A previsão é que a central de dados esteja em operação até o fim de 2020.

No fundo, o anúncio deve acirrar ainda mais o mercado local de infraestrutura na nuvem. A vantagem de ter um datacenter na região traz ganhos em tempo de resposta, redução de delay e oferta de mais serviços.

Com este anúncio, os clientes corporativos brasileiros e da região poderão contratar novos produtos e tecnologias, que serão conectadas a outros três datacenters de diferentes zonas. Atualmente, por exemplo, se alguma companhia brasileira quiser utilizar alguma aplicação de Watson, as cargas rodam em datacenters nos Estados Unidos. Com o datacenter que ficará pronto no segundo semestre de 2020, será possível executar tarefas por aqui mesmo. Outros recursos que estarão disponíveis: blockchain, IoT e analytics.

A proximidade com o mercado local deve também auxiliar aplicações que exigem alta disponibilidade. Com esta nova plataforma conectando serviços com outros três datacenters, diz a IBM, é possível rodar sistemas em nuvem híbrida altamente disponíveis, sem que o cliente sinta impacto de onde exatamente ele está sendo acessado. O datacenter é o primeiro da companhia da América Latina e o sétimo do mundo do tipo.

Segundo dados da consultoria Canalys, no mundo, a plataforma IBM Cloud fechou o ano de 2018 na 5ª posição de fatia de mercado de infraestrutura de computação na nuvem. A empresa, no entanto, aposta na diversificação, que já tem ocorrido bastante no mercado.

“No âmbito pessoal, usamos diversas nuvens, seja no e-mail ou para armazenamento de dados. Com as companhias têm ocorrido o mesmo. Elas têm trabalhado com pelo menos três fornecedores de cloud por questões tecnológicas e de disponibilidade”, disse Marcelo Braga, presidente de IBM e Watson.

Atualmente, a IBM conta com um datacenter na região de Jundiaí, em São Paulo. Este novo ficará próximo deste que já está operante. A empresa não divulga quanto investiu para viabilizar este novo projeto.

Fonte: gizmodo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Google afasta funcionário que disse que IA da empresa tem alma

Blake Lemoine, engenheiro de software do Google, foi afastado da gigante da tecnologia na …