Quase todo serviço na web conta com um infraestrutura de nuvem por trás. Na região, já temos datacenters da Amazon (com a AWS), da Microsoft (com o Azure) e do Google (com o Google Cloud). Chegando um pouco depois na festa vem a IBM que, em evento realizado nesta terça-feira (27), anunciou que o Estado de São Paulo terá o primeiro datacenter Multizone Region da plataforma IBM Cloud na região. A previsão é que a central de dados esteja em operação até o fim de 2020.

No fundo, o anúncio deve acirrar ainda mais o mercado local de infraestrutura na nuvem. A vantagem de ter um datacenter na região traz ganhos em tempo de resposta, redução de delay e oferta de mais serviços.

Com este anúncio, os clientes corporativos brasileiros e da região poderão contratar novos produtos e tecnologias, que serão conectadas a outros três datacenters de diferentes zonas. Atualmente, por exemplo, se alguma companhia brasileira quiser utilizar alguma aplicação de Watson, as cargas rodam em datacenters nos Estados Unidos. Com o datacenter que ficará pronto no segundo semestre de 2020, será possível executar tarefas por aqui mesmo. Outros recursos que estarão disponíveis: blockchain, IoT e analytics.

A proximidade com o mercado local deve também auxiliar aplicações que exigem alta disponibilidade. Com esta nova plataforma conectando serviços com outros três datacenters, diz a IBM, é possível rodar sistemas em nuvem híbrida altamente disponíveis, sem que o cliente sinta impacto de onde exatamente ele está sendo acessado. O datacenter é o primeiro da companhia da América Latina e o sétimo do mundo do tipo.

Segundo dados da consultoria Canalys, no mundo, a plataforma IBM Cloud fechou o ano de 2018 na 5ª posição de fatia de mercado de infraestrutura de computação na nuvem. A empresa, no entanto, aposta na diversificação, que já tem ocorrido bastante no mercado.

“No âmbito pessoal, usamos diversas nuvens, seja no e-mail ou para armazenamento de dados. Com as companhias têm ocorrido o mesmo. Elas têm trabalhado com pelo menos três fornecedores de cloud por questões tecnológicas e de disponibilidade”, disse Marcelo Braga, presidente de IBM e Watson.

Atualmente, a IBM conta com um datacenter na região de Jundiaí, em São Paulo. Este novo ficará próximo deste que já está operante. A empresa não divulga quanto investiu para viabilizar este novo projeto.

Fonte: gizmodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Qualcomm anuncia Snapdragon 865 e outros processadores com conexão 5G

A Qualcomm apresentou hoje no evento Snapdragon Summit seu novo processador de ponta para …