As gírias e abreviações mais conhecidas pelos jogadores para você não se sentir perdido

A popularidade de Counter-Strike: Global Offensive é incontestável e, com sua ascensão no cenário competitivo (ainda antes de virar um e-sport propriamente dito), é normal que alguns termos e abreviações tenham se popularizado.

Juntamente com o tradicional CS:GO, o Rainbow Six Siege também ganhou bastante destaque no circuito dos eSports, trazendo alguns termos novos e agregando várias gírias que já existiam no shooter da Valve.

Aqui, portanto, vamos explicar os significados das gírias mais comuns nesse meio para que você compreenda tudo que é dito pelos jogadores mais experientes nos canais de comunicação, campeonatos e até em discussões nas internet.

  • Ace: jogada em que se mata 5 adversários em um mesmo round.
  • ADR: Sigla de Average Damage per Round, unidade que mede, em média, o quanto de dano um jogador infringe nos adversários por round.
  • AWPer (CS:GO): Como o nome diz, é o jogador que usa a sniper AWP como sua arma primária.
  • Bombsite: Local onde é possível plantar a bomba. Em cada mapa existem dois bombsites, que devem ser protegidos pelos Contra-terroristas no CS:GO. No R6, essa função é do time de Defesa.
  • Boost ou “pézinho” (CS:GO): Agachar para que um jogador suba em suas costas, fornecendo acesso e visão privilegiada a alguns pontos do mapa.
  • Buffar: Fortalecer um operador no R6. Dizer que um dos personagens foi “buffado” significa que ele ganhou um upgrade dentro do jogo. No CS:GO, o termo é mais usado para armas que são melhoradas.
  • Clutch: situação em que o último jogador de um time ganha o round.
  • Contra-terroristas, ou CT (CS:GO): O segundo papel a ser assumido. Os contra-terroristas podem vencer um round ao eliminar todos os terroristas, desativar a bomba já plantada, ou quando o tempo do round se esgota.
  • Dronar (R6): Utilizar o drone para fazer o reconhecimento de um local, detectar possíveis armadilhas e localização dos inimigos.
  • Eco (CS:GO): Round em que um time opta por comprar poucos ou nenhum equipamento, visando economizar dinheiro para ter armamento completo na rodada seguinte.
  • Entry Fragger: Responsável por ser o primeiro a entrar no bombsite, conquistando eliminações e, principalmente, informações sobre o posicionamento dos adversários.
  • Flashbang: Granada de luz, utilizada para cegar inimigos. Também pode ser chamada apenas de flash ou bang.
  • Forçado: Mesmo com a economia mediana, um time pode decidir por comprar armamentos intermediários ou incompletos. Normalmente, acontece quando é extremamente necessário garantir a vitória naquele round.
  • Gadget (R6): Dispositivo único de cada operador, que fornece algum benefício exclusivo. Ex: O gadget do Echo é o Yokai, um drone que pode disparar rajadas ultrassônicas e desorientar adversários.
  • HE: Granada explosiva, conhecida em outros jogos como Frag. A sigla vem de High Explosive.
  • HS ou “mel na chupeta”: Tiro que atinge a cabeça do adversário, o famoso headshot.
  • In Game Leader (IGL): O capitão do time, responsável por chamar as jogadas e comandar as ações dos companheiros.
  • Lurker: Jogador responsável por se separar do próprio time, e pegar inimigos desprevenidos enquanto seus companheiros chamam atenção em outro ponto do mapa.
  • Mapa: Além de ser o ambiente das partidas, “um mapa” também pode ser traduzido como um jogo completo. Por exemplo, determinado time ganhou uma melhor de três por dois mapas a um.
  • Miado: Quando você está com vida baixa durante uma rodada.
  • Molotov: Granada incendiária, usada para forçar inimigos a mudarem de posição e se expôr ao adversário.
  • Nerfar: Tornar um operador mais fraco.
  • Ninja defuse (CS:GO): desativar uma bomba sem ser percebido ou sequer matar alguém do time inimigo.
  • Patente ou Rank: equivalente ao Elo de League of Legends, é o sistema usado para ranquear o nível de habilidade de um jogador.
  • Pinar:  Usado quando um jogador comete erros de mira e protagoniza um momento embaraçoso dentro da disputa.
  • Pré-fire: Atirar em um local mesmo sem saber se há um jogador ali, garantindo uma eliminação mais rápida.
  • Round: Com duração de 1:55, os rounds são onde ocorrem a disputa entre TR e CT. Há um máximo de 30 rounds em cada mapa, e o time que atingir 16 vitórias primeiro vence a partida. Em caso de empate, há a possibilidade de prorrogação, dependendo do torneio.
  • Rush: jogar agressivamente e rápido ao invés de tentar surpreender os adversários na surdina com alguma estratégia.
  • Skin: Customização para armas, deixando-as mais coloridas e diferenciadas.
  • Smoke: Granada de fumaça, usada para impossibilitar a visão dos adversários em determinadas áreas, ou para apagar molotovs.
  • Smurf: quando um jogador de rank alto faz outra conta para jogar com pessoas de rank mais baixo e assim, ganhar mais facilmente.
  • Spray: Padrão de tiros de uma arma. Uma AK-47, por exemplo, possui um “coice” padronizado ao dar vários tiros em sequência. Pessoas com mais habilidade conseguem compensar o coice com mouse.
  • Spotar (R6): Marcar algum adversário com a câmera, drone ou outro objeto “de vigilância” disponível. Quando acontece, o oponente recebe um aviso de que foi “spotado”.
  • Sticker (CS:GO): Adesivos que podem ser colados em armas, feitos tanto com nomes de jogadores quanto com imagens aprovadas pela Valve.
  • Strafe: Movimentação lateral rápida, feita com a intenção de conseguir informação sem ser atingido por tiros.
  • Suporte: Jogador responsável por lançar a maioria das granadas e também por conquistar informação. Normalmente, é um dos que menos consegue eliminações ao final de um jogo.
  • Terroristas, ou TR (CS:GO): Um dos dois papéis possíveis no CS:GO. A equipe terrorista é responsável por ativar a bomba em um dos bombsites, ganhando o round quando ela explodir ou ao eliminar todos os adversários. No Rainbow Six, a função análoga é dos Atacantes, que precisam desativar a bomba defendida pelos adversários.
  • Tk: abreviação de “teamkill” que significa matar alguém do mesmo time.
  • VAC (CS:GO): Abreviação de Valve Anti-Cheat, sistema que detecta trapaceiros.
  • Varado: Tiro que atravessa uma parede ou algum objeto do mapa, e ainda assim atinge o adversário.

Fonte: theenemy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Piloto consegue pousar avião partido ao meio em Denver, nos EUA

Um piloto conseguiu uma façanha digna de filmes de ação na última quarta-feira (12). Ainda…