Inteligência artificial empregada consegue reconhecer a doença por meio do timbre da voz do usuário

Em estudo realizado pela Universidade de Alberta, no Canadá, a Inteligência Artificial (IA) está ajudando a detectar sintomas de depressão por meio da voz do usuário. 

Com o uso de conjuntos padrão de dados de benchmark, as pesquisadoras Tasnim e Stroulia desenvolveram uma metodologia que combina vários algoritmos de aprendizado de máquina para reconhecer a depressão com mais precisão usando sinais acústicos. Elas explicam que o app coleta amostras de voz enquanto as pessoas falam naturalmente.

O estudante de doutorado Mashrura Tasnim e a professora Eleni Stroulia (foto) são autores de um novo estudo que examina a capacidade da inteligência artificial de detectar depressão usando o som da voz de alguém. Crédito da foto: John Ulan

“Quando executado no telefone do usuário, ele irá reconhecer e rastrear indicadores de humor, como depressão, ao longo do tempo. Assim como você tem um contador de passos no telefone, pode ter um indicador de depressão baseado na sua voz enquanto usa o aparelho”, detalhou Eleni. 

De acordo com dados do governo canadense, a ferramenta pode desempenhar um papel fundamental na vida dos habitantes do país, já que 11% dos homens e 16% das mulheres devem enfrentar depressão no decorrer da vida. 

Fonte: olhardigital via Universidade de Alberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Cartas do Fronte: Competitivo do Battlefield V é cancelado e informações do futuro do jogo

O produtor sênior da DICE, Ryan Mcarthur, aproveitou para falar sobre os acontecimentos e …