Um turista do Azerbaijão (ex-república soviética) teve um relógio Richard Mille (RM) McLaren, avaliado em R$ 4,9 milhões, arrancado do antebraço por um punguista em praia de Ibiza (Espanha).

O jovem de 22 anos, que estava acompanhado de um amigo, não foi identificado, de acordo com o “Daily Mirror“.

O modelo suíço RM 50-03, inspirado na Fórmula 1, é um dos mais caros do planeta. Pesa apenas 40 gramas e mede 4,45 cm de altura, 4,97 cm de largura e 1,61 cm de espessura. Há apenas 75 exemplares dele.

A peça caríssima é produzida com turbilhão, um mecanismo que compensa os efeitos da gravidade para que o relógio seja o mais preciso possível.

Parte da estrutura deste super-relógio, desenvolvido de forma praticamente artesanal, é feita com grafeno, um material seis vezes mais leve e 200 vezes mais resistente que o aço. Outras partes da carcaça do relógio também são tão nobres quanto e contam com titânio e fibra de carbono.

Além de marcar as horas, o RM 50-03 também conta com um cronógrafo especial para você tomar o tempo de volta a bordo de um McLaren em qualquer autódromo.

Fonte: page-not-found via mirror

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

O machismo no mundo dos Games: Caso de Isadora reabre discussão

Apresentadora foi afastada da Microsft após sofrer ataques machistas na internet O machism…