A Volvo quer alcançar seus concorrentes e colocar os automóveis autônomos o quanto antes na pista

Os caminhões e ônibus autônomos da Volvo terão um componente famoso embaixo do capô. A montadora acaba de assinar um contrato com a NVIDIA, que produz chips para o mercado de automóveis.

O contrato indica que a Volvo vai usar os chips para “treinar, testar e implantar” veículos autônomos como ônibus, caminhões de carga, caminhões de mineração e outros. Ambos construirão a plataforma de hardware e usarão o software da NVIDIA para administrar desde dados de sensores até o planejamento de rotas.

A montadora afirma que o desenvolvimentp começará imediatamente e as equipes da Volvo e da NVIDIA compartilharão o mesmo espaço de trabalho nas sedes em Gotemburgo e Santa Clara. Contudo, não existe uma previsão sobre quando o resultado da colaboração chegará às ruas.

Até certo ponto, parece que a intenção da Volvo é acelerar o processo para conseguir acompanhar os concorrentes. A Waymo já testa grandes plataformas autônomas, enquanto a Daimler quer seus caminhões autônomos na estrada em uma década. A equipe da NVIDIA pode evitar que a Volvo trabalhe tanto quanto teria de trabalhar se fosse desenvolver o sistema do zero.

Além disso, caminhões sem motorista seriam um bom negócio para a Volvo. Eles podem correr o tempo todo sem parar para qualquer coisa que não seja recarregar ou reabastecer. Ou seja, quanto mais cedo eles estiverem na estrada, melhor para a marca. Portanto, a NVIDIA deve ser peça fundamental para que isso ocorra.

Fonte: olhardigital via Engadget

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Google afasta funcionário que disse que IA da empresa tem alma

Blake Lemoine, engenheiro de software do Google, foi afastado da gigante da tecnologia na …