A época da E3 é uma das datas mais esperadas pelos gamers no ano; onde as gigantes empresas e desenvolvedoras do mundo dos jogos para consoles e computador apresentam algumas de suas principais novidades para os próximos meses e o público vibra com os anúncios de seus títulos mais esperados.

Durante o final da tarde deste domingo, a Microsoft apresentou novidades para os fãs da marca Xbox durante a sua conferência na E3, e além de anunciar títulos exclusivos para 2019 e preparar terreno para o próximo ano, a companhia também revelou poucos detalhes sobre a tão aguardada próxima geração de consoles Xbox, que vai substituir a linha One e fornecer ainda mais recursos impressionantes.

Microsoft exibe parte do hardware do Project Scarlett em vídeo (imagem: divulgação/Microsoft)

8K, 120fps e SSD

No final da conferência da empresa, o aclamado chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, retornou ao palco para falar sobre a próxima geração de jogos da Microsoft, o que inclui não apenas os consoles, mas também o Project xCloud, que ganhou mais detalhes durante o evento, confirmando que os jogadores poderão rodar os games na nuvem utilizando seu próprio console Xbox One para renderizar os jogos. Infelizmente preços e datas não foram revelados.

E então chegamos à parte mais esperada da noite com o anúncio oficial do Project Scarlett, confirmando os rumores de que este é o codinome da próxima geração que inclui o Xbox Lockhart (sucessor do Xbox One S) e do poderoso e surpreendente Anaconda (sucessor do Xbox One X).

No evento foi divulgado um vídeo de apresentação onde desenvolvedores confirmam que o Scarlett vai adotar tecnologia Navi para o processador e contar com memória GDDR6.

Enquanto a atual geração trabalha em resolução 4K com poucos títulos e atinge o máximo de 60 fps, foi confirmado que a próxima geração poderá rodar games em até 120 quadros por segundo e oferecer suporte para resolução 8K (embora não saibamos se os jogos poderão trabalhar em tal resolução).

Ray Tracing para a próxima geração também está confirmado, permitindo que os desenvolvedores possam adicionar fidelidade extrema aos ambientes do jogo graças à renderização de luminosidade em tempo real, permitindo reflexos nunca antes vistos em superfícies variadas.

Como esperado, também foi confirmado o suporte para armazenamento SSD para a próxima geração de consoles, o que deve reduzir o tempo de carregamento em jogos, zerar as telas de loading em muitos títulos, e dar ainda mais fôlego para que desenvolvedores foquem nos detalhes de seus jogos.

Com previsão para lançamento nas festes de fim de ano de 2020 (e dezembro), muitos outros detalhes sobre a próxima geração de consoles devem surgir ainda nos próximos meses, então fique atento ao ClanCOBRA para não perder os rumores e anúncios oficiais da empresa.

Fonte: tudocelular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Xbox Scarlett terá uma interação entre GPU e CPU nunca antes vista, diz Phil Spencer

Em uma entrevista com a Giant Bomb hoje a noite, Phil Spencer respondeu algumas apresentaç…