Legislação que regimenta redes de cinema havia sido extinta em 2017

 

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, que tem em suas mãos a Secretária Especial da Cultura, assinou na última segunda (6) um documento que aprova a cota de telas, ou seja, obriga cinemas brasileiros a exibirem uma porcentagem de produções nacionais anualmente. A medida foi decretada logo após a controvérsia com o filme Vingadores: Ultimato — que ocupou mais de 80% das salas de cinema do Brasil em sua semana de estreia, gerando amplas discussões sobre monopólios e práticas predatórias no mercado cinematográfico.

Em resposta à Folha de S. Paulo, a assessoria do ministério confirmou a assinatura do decreto, mas não informou a quantidade de dias que cada cinema será obrigado a exibir longas nacionais, nem a quantidade de salas que cada filme deve ser disponibilizado. A regra deve ser publicada no Diário Oficial da União ainda nesta semana com detalhes relacionados aos valores. Após a publicação, o documento ainda precisa seguir para aprovação na Casa Civil e, só depois, ser encaminhado para o presidente Jair Bolsonaro assinar.

Durante 16 anos, o Brasil teve uma cota de telas vigente que estabelecia multa de 5% sobre a renda média diária da sala para cada dia que a rede descumprisse a estipulação das cotas. O decreto regulamentado em 2001, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, deixou de ser publicado em 2017, durante a gestão de Michel Temer — fazendo com que não houvessem limitações para exibições de filmes em 2018 e 2019.

A falta de regulamentação no setor fez com que Vingadores: Ultimato ocupasse mais de 80% das salas — retirando o nacional De Pernas Pro Ar 3 de diversos cinemas, mesmo que o longa antes estivesse rendendo bons frutos a sua distribuidora.

A controvérsia fez com que a Agência Nacional do Cinema (ANCINE) convocasse uma reunião na última sexta (3) para tratar do tema. O encontro, porém, não foi nada amigável e terminou em um enorme bate boca entre a cúpula do órgão e o produtor Luiz Carlos Barreto.

Iniciamos aqui a campanha #VetaCotaFilmesBolsonaro

DECRETO (anual) de COTA DE TELA.Você acha que o decreto de cota que OBRIGA os cinemas a exibirem um percentual de filmes NACIONAIS por ano deve ACABAR?

Posted by Joice Hasselmann on Friday, May 10, 2019

 

 

Fonte: jovemnerd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Paramount mostra Design de Sonic em novo trailer, está incrível

Um novo trailer de Sonic The Hedgehog: O Filme foi lançado nesta terça-feira (12) através …