Assange estava sob asilo do Equador. Lenin Moreno, presidente do Equador, disse que o asilo de Assange estava ‘insustentável’ por conta de diversas ‘violações repetidas’

Julian Assange, fundador do WikiLeaks, foi preso pela polícia britânica após o Equador ter revogado seu asilo por conta de “violações repetidas”. A prisão foi feita na embaixada equatoriana de Londres, onde Assange solicita asilo desde 2012. O fundador do WikiLeaks foi levado à embaixada pelas autoridades e levado sob custódia para uma delegacia de Londres.

Em um vídeo postado no Twitter, o presidente do Equador, Lenin Moreno, disse que enquanto o país respeita o direito de asilo, “o comportamento descortês e agressivo de Julian Assange, as declarações hostis e ameaçadoras de sua organização aliada, contra o Equador, e especialmente, a transgressão de tratados internacionais” significa que “o asilo de Assange é insustentável e não mais viável”.

Fonte: olhardigital

Um comentário

  1. […] Julian Assange, o ciberativista, jornalista, escritor e criador do WikiLeaks foi preso na manhã d… […]

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Os 5 Piores Filmes do Início de 2019

Os três primeiros meses de 2019 já ficaram para trás. Ao adentrarmos abril, o primeiro tri…