Uma das especificações que está gerando mais curiosidade sobre o Google Stadia é como será a latência dos jogos. Apesar do Google não se pronunciar oficialmente sobre isso, um relatório da Digital Foundry sobre Stadia conseguiu medir a latência e compará-la com os valores existentes para consoles e PCs.

Durante a beta do Project Stream, o site testou o Assassin’s Creed Odyssey e o resultado foi um atraso de até 179ms. Esse número leva em consideração a latência da tela, e a entrada e o ping nos servidores do Google. Com a versão atualizada do Stadia demoed o site testou com um Google Pixelbook, e o atraso diminuiu para 166ms.

A Digital Foundry não conseguiu verificar o atraso de exibição do Pixelbook, devido ao Odyssey estar rodando a 1080p 30fps. Em resumo o atraso é maior do que rodar o jogo em um Xbox One X a 30fps, e ainda mais alto do que se estivesse sendo executado em um PC, utilizando a mesma taxa de quadros. Rodando o Odyssey a 60fps a latência aumenta ainda mais, o que já é esperado que aconteça.

O Google também permite que os desenvolvedores simulem a experiência de conexões DSL de 15mbps, esse seria o pior cenário possível. Embora a latência nesse caso não tenha sido testada, o relatório observa que a qualidade do vídeo cai para 720p de 1080p para se adaptar com a largura de banda reduzida.

É importante destacar que mesmo que esses números sejam considerados altos, eles estão bem próximos ao que é entregue jogando em um Xbox One X em uma TV OLED. Outro fator é que a latência pode ser relativa para diferentes pessoas, com diferentes experiências. Isso quer dizer que enquanto alguns jogadores podem ficar satisfeitos, outros mais exigentes podem não gostar do mesmo resultado.

O vídeo completo de análise da Digital Foundry pode ser visto abaixo:

Fonte: adrenaline via: vg247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

6 empresas de tecnologia que perdem rios de dinheiro e continuam um sucesso

Na cultura do Vale do Silício, o lucro significa pouco para definir se uma empresa é bem-s…