Ao menos dez estudantes indianos foram presos na cidade de Rajkot por jogarem o fenômeno PUBG (Playerunknown’s Battlegrounds) relatou o jornal Times of India. O jogo foi banido em diversos distritos no estado de Guzerate no início do mês, pois, de acordo com um comunicado da polícia local, incitaria a violência entre os jogadores.

Como se não bastasse, os jovens terão que comparecer a um julgamento no qual devem explicar o porquê de não terem aderido ao bloqueio imposto previamente. De acordo com o comissário da polícia, Monoj Agrawal, todos estavam em locais públicos no momento em que foram detidos.

 

Apesar da justificativa, ser pego jogando PUBG será um crime apenas em um período, que se encerra no dia 30 de abril. Isso porque acredita-se que o jogo multiplayer também teria uma influência negativa no desempenho escolar dos alunos, especialmente durante o período de provas, que acontece tradicionalmente nos meses de março e abril.

A polícia ainda citou a boneca Momo como um exemplo de que o ambiente virtual incitaria a violência, mas falhou em reconhecer a diferença entre o viral e jogos como o PUBG, além de não ter checado as inúmeras pesquisas que demonstram a falta de correlação entre comportamentos agressivos e jogos violentos.

 Fonte: Tecmundo via thenextweb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Cliente clica errado e compra acidentalmente 28 Teslas por R$ 8,1 milhões

A tecnologia de vez em quando ainda prega umas peças em todo mundo, apesar de comprar e ve…