Depois de meses de vazamentos, finalmente o Galaxy S10 é oficial. A Samsung apresentou nesta quarta-feira, 20, a nova família de celulares S10, composta por três membros: o Galaxy S10 padrão, o Galaxy S10+ e a novidade, que é o Galaxy S10e, que é um smartphone um pouco mais modesto e acessível.

Em termos de design, a grande novidade é aplicação do visual “Infinity O”, introduzido pela Samsung no ano passado. Trata-se de uma alternativa ao entalhe na tela que se popularizou depois do iPhone X: em vez de uma “franja” no topo do display, o que há na verdade é um furo no canto direito superior painel para abrigar a câmera frontal.

Começando pelos aparelhos mais poderoso da linha: o S10 e o S10+. O celular padrão conta com uma tela de 6,1 polegadas, enquanto a versão Plus tem 6,4 polegadas com resolução Quad HD+ e proporção de tela 19:9 em ambos os casos. Por ter uma tela menor, o S10 tem uma densidade maior de pixels, com 550 pixels por polegada contra 438 do S10+ Plus.

Os dois modelos contam com uma configuração de câmera traseira tripla, sendo que uma das lentes é uma telefoto para fazer imagens com zoom, com 12 megapixels e abertura f/2.4. A segunda lente é uma grande-angular com abertura f/1.5 ou f/2.4 para capturar imagens mais amplas com até 12 megapixels; já a a última é uma lente ultra-wide de 16 megapixels, com abertura f/2.2, com ângulo de até 123 graus.

Uma das diferenças entre os dois fica na câmera frontal: o S10 padrão tem uma câmera simples de 10 megapixels com abertura f/1.9, enquanto o S10+ tem uma câmera dupla; além da lente de 10 megapixels com abertura f/1.9, há um segundo sensor RGB de 8 megapixels e abertura f/2.2 utilizado para criar percepção de profundidade na imagem.

As outras diferenças entre os dois aparelhos são internas. Ambos têm opções com 8 GB e 12 GB de memória RAM e alternativas de 128 GB e 512 GB de armazenamento interno, mas apenas o S10+ terá uma versão com até 1 TB de armazenamento. Já a bateria será de 3.400 mAh no S10 simples e de 4.100 mAh na versão Plus. Os celulares terão um processador Snapdragon 855, da Qualcomm, ou Exynos 9820, da própria Samsung, dependendo do mercado; a versão que deve chegar ao Brasil terá o chipset Exynos.

E o Galaxy S10e?

Além do S10 e do S10+, a Samsung revelou ao mundo Galaxy S10e, que tem a vantagem de ser mais barato, mas também é um pouco mais limitado do que os outros dois aparelhos. A começar pela tela menor, de apenas 5,8 polegadas, enquanto a resolução fica na casa do Full HD+, consideravelmente abaixo dos outros modelos.

Outra diferença considerável está nas câmeras. A configuração traseira é apenas dupla, em vez de tripla, sem o sensor teleobjetivo. No lugar, há apenas o sensor da lente grande-angular de 12 megapixels e abertura ajustável de  f/1.5 ou f/2.4 e a lente ultra wide de 16 megapixels e abertura f/2.2, com ângulo de mais de 120 graus. Já a configuração frontal é igual à do S10 padrão: 10 megapixels com abertura f/1.9.

Também pode ser notada uma diferença na parte interna do S10e. Em vez de 8 GB ou 12 GB de RAM, o modelo mais acessível tem opções de 6 GB ou 8 GB, o que ainda é bastante satisfatório para os padrões atuais. A bateria será de apenas 3.100 mAh, e nada muda em relação aos processadores, que continuarão sendo Snapdragon 855 ou Exynos 9820 dependendo da região.

Disponibilidade e preço

Ainda não há previsão de quando os novos celulares chegarão ao Brasil, nem quanto eles custarão por aqui. No exterior, no entanto, o preço já é conhecido. A versão S10+ custará US$ 1 mil, enquanto o modo padrão chegará por US$ 900. Quem preferir o S10e pagará US$ 750 pelo aparelho. Eles começarão a ser vendidos no dia 8 de março.

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

FELIZ ANIVERSÁRIO, COBRA-KFFERA!

Que seu dia seja repleto de conquistas, amigos e bons momentos! Abraços dos seus amigos do…