NET e Claro perderam mais assinantes, enquanto Oi é a única grande operadora a crescer no setor

O serviço de TV por assinatura continua encolhendo no Brasil. Dados da Anatel registraram que as operadoras tiveram 549 mil clientes a menos entre janeiro e dezembro de 2018; trata-se de uma redução de 3%. Entre as maiores empresas, a única que cresceu no período foi a Oi. Algumas delas, como a Vivo, já firmam parcerias com Netflix e Amazon Prime Video.

Quem mais perdeu assinantes no período foi o grupo Telecom Americas, que é líder de mercado e dono das marcas Claro TV e NET. Confira os números de cada operadora e a variação porcentual em relação a 2017:

  • NET e Claro TV: 9,07 milhões (-5,2%)
  • SKY:  5,2 milhões (-1,4%)
  • Oi: 1,6 milhão (+6,1%)
  • Vivo: 1,56 milhão (-1,5%)

No total, contando com as operadoras regionais, o Brasil fechou 2018 com 17.574.822 assinantes. Em 2017, o país contava com 18.124.655 clientes.

Operadoras fecham parceria com streaming

A perda de assinantes em serviços de TV paga é uma tendência mundial, uma vez que as pessoas estão deixando de lado os canais lineares e optando por serviços de streaming — seja por uma questão de custo, ou mesmo pelo conforto de escolher o que quiser no momento que desejar.

As operadoras sabem dessa tendência e estão oferecendo serviços de streaming diretamente ao cliente. É o caso da Vivo, que firmou parceria com a Netflix e também oferece o Amazon Prime Video na fatura da banda larga ou telefonia móvel. Também é possível assinar outros serviços sem a necessidade de TV paga, como é o caso do Fox Premium, WatchESPN e até mesmo o Premiere Futebol Clube e Combate.

A Oi é a única operadora que cresceu no período. Ela vem focando na oferta de combos com serviço de telefonia fixa, móvel e internet, o que ajuda a estancar também as desconexões de telefonia fixa.

Além disso, a operadora vende o serviço Oi TV Livre, no qual o cliente compra o decodificador e a antena parabólica para ter acesso gratuito aos canais abertos. A empresa aproveita para oferecer o serviço de TV pré-paga para esses clientes, com pacotes a partir de R$ 29,90.

Com informações: TeleSíntese.

A solução pode ser simples e bom para todos.

Em contato com vários Ex clientes de TV por assinatura, eles relatam que o principal motivo da desistência é o alto valor mensal com pacotes limitados, e por unanimidade, sugerem que se as operadoras oferecessem pacotes Full e permitir grupos com 4 à 10 pessoas (ou mais), e a própria operadora venderia as antenas e serviço instalação, desse modo valor seria mais atrativo para cada participante.

Exemplo: Grupo com 10 pessoas, pacote Full (Futebol estadual, nacional, UFC, HBO, TeleCine, Porn, Globo e SBT local…) valor mensal R$600 para o titular, cada ponto pagaria 40,00/mês

Fonte: tecnoblog.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Assista às quartas de final do Mundial de Rainbow Six; ao vivo

Única equipe brasileira campeã mundial de Rainbow Six Siege, a Team Liquid será a represen…