A LiveWire roda 177 quilômetros com apenas uma recarga e será entregue a partir de agosto

O combustível fóssil tem perdido espaço com muitas fabricantes de carros e, agora, é discutido também por uma das mais tradicionais marcas de motocicletas: a Harley-Davidson. A empresa anunciou que a LiveWire, sua primeira moto elétrica finalmente está em pré-venda.

Ela poderá ser adquirida por nada menos que US$ 29,8 mil (cerca de R$ 110 mil) e deverá ser entregue a partir de agosto deste ano. A partir de agora, a Harley-Davidson deverá trabalhar para mostrar a seus consumidores que a nova moto não fica para trás das motos convencionais.

“A LiveWire representa o futuro da Harley-Davidson, trazendo propulsão elétrica de alto desempenho, design evocativo e conectividade celular para o piloto de hoje”, afirma a empresa. E o avanço significa também uma mudança no som da moto.

Segundo a companhia, a LiveWire atinge 60 milhas por hora (96 km/h) em menos de 3,5 segundos. Ela consegue realizar trajetos de até 177 quilômetros em vias urbanas com apenas uma recarga e pode ser carregada novamente em pontos que usam o padrão CCS, o mesmo de carros elétricos.

Em uma comparação rápida, a moto Zero DS, da Zero Motorcycles, custa a partir de US$ 11 mil e tem autonomia de 132 quilômetros na cidade. Um modelo mais caro, de US$ 16,8 mil, chega a rodar por 328 quilômetros com uma recarga.

Para se diferenciar de seus concorrentes, a Harley-Davidson aposta em serviços de conectividade. Por meio do H-D Connect, a moto pode se interligar a um aplicativo e apresentar diversas informações para seu proprietário.

É possível, por exemplo, saber como está a bateria, encontrar pontos de recarga e verificar a localização exata da moto. O aplicativo ainda exibe uma série de lembretes para a manutenção do veículo seguir em dia.

A LiveWire vem sendo planejada pela Harley-Davidson ao menos desde 2014, quando o primeiro projeto da moto foi apresentado. De lá para cá, o design mudou e a autonomia da bateria diminuiu, mas agora o mercado certamente está mais aberto para os veículos elétricos.

Fonte: tecnoblog via cnet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Western Digital lança SSD portátil SanDisk Extreme no Brasil

SSDs SanDisk Extreme chegam em versões com 250 GB e 500 GB; preço inicial é de R$ 799 A li…