A Razer aproveitou o início da CES 2019 para anunciar a sua entrada no mercado de monitores gamer com o anuncio do Razer Raptor. Como sabemos, a empresa costuma ser a “queridinha” desse público, sendo que a novidade tem tudo para concorrer com soluções de outras gigantes do mercado.

Assim, contando com 27 polegadas, o novo Razer Raptor traz um design aprimorado com bordas finas em sua tela IPS que tem resolução WQHD (2560 × 1440) e HDR. Além disso, a fabricante destaca que o aparelho traz suporte ao AMD Radeon FreeSync, tem uma taxa de atualização de até 144 Hz e consegue atingir 420 nits de brilho.

Agora, não dá para deixar de notar que a companhia utilizou alguns detalhes que lembram os diversos produtos do seu portfólio gamer. Assim, temos uma base de alumínio que traz uma tira de LED Chroma que pode até mesmo ser personalizada por meio do aplicativo Razer Synapse 3. Confira algumas fotos:

Outro detalhe importante é que a traseira do Razer Raptor traz entrada para uma porta HDMI, uma DisplayPort, uma entrada USB-C e duas portas USB-A 3.1. De acordo com a fabricante, o dispositivo possui um sistema de gerenciamento de cabos que fica embutido no suporte de metal.

Além disso, com ele os usuários ganharão acesso ao modo picture-in-picture e picture-by-picture para que conteúdos de duas fontes possam ser exibidos. A companhia ainda guardou uma surpresa para os proprietários do Razer Phone 2 que poderão usar o monitor para transformar o aparelho em um PC por meio de conexão USB.

No entanto, até o momento, a Razer ainda não se pronunciou sobre quando o novo monitor estará disponível no mercado. De toda forma, a companhia já disponibilizou o preço para os Estados Unidos onde ele custará US$ 699, algo em torno de R$ 2.586 em conversão direta e sem considerar impostos brasileiros.

Fonte: tudocelular

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Guedes assina portaria que dobra limite para compras de brasileiros em free shops

Medida que passa o teto de US$ 500 para US$ 1.000 entrará em vigor em 2020 O ministro da E…