Um renomado cirurgião indiano que matou a ex-mulher ao empurrá-la de uma colina em Pokhra (Nepal) atualizou o perfil dela no Facebook por sete meses para enganar a polícia.

O segundo marido de Rakhi Srivastava havia prestado queixa pelo desaparecimento dela no início de junho.

Para fingir que ela estava viva, o ex-marido, Dharmendra Pratap Singh, manteve o perfil da ex ativo, dando a entender que ela estava vivendo em Assam (Índia).

Inicialmente, a polícia desconfiou do segundo marido de Rakhi, mas nenhuma prova contra ele foi obtida pela investigação.

Entretanto, em outubro o telefone de Rakhi, pelo qual a conta no Facebook era atualizada,foi rastreado e achado com o cirurgião, em Gorakhpur (Índia), onde ele tem uma clínica.

O corpo de Rahki havia sido encontrado em meados de junho, mas estava sem identificação até dezembro. A polícia descobriu que o cirurgião havia estado em Pokhra à época do desaparecimento da ex.

Em depoimento em delegacia, na última sexta-feira (21/12), o médico confessou o assassinato e o seu plano para encobri-lo. Dois comparsas também foram presos.Dharmendra afirmou que a ex estava fazendo chantagem para ficar com uma de suas propriedades, segundo o “Times of India”.

 

Fonte: page-not-found

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Gerente Global da Comunidade da DICE fala sobre servidores BFV Privados (RSP), e não é nada bom por enquanto

Muitos nos perguntaram sobre os servidores privados (RSP) do Battlefield V do COBRA. Até a…