Stan Lee, uma das maiores lendas da indústria de quadrinhos e criador de boa parte dos personagens da Marvel Comics, faleceu nesta segunda-feira, 12 de novembro de 2018, aos 95 anos.

A informação foi divulgada primeiro pelo site TMZ, que alega ainda que uma ambulância foi chamada às pressas para a casa de Stan Lee, em Hollywood, na manhã desta segunda-feira. Ele foi levado para o Cedars-Sinai Medical Center, onde não aguentou e faleceu.

O motivo da morte ainda não foi divulgado. Além de seu imenso legado como criador de quase todos os principais heróis da Marvel Comics, Stan Lee deixa também uma filha, J.C.Sua esposa, Joan, morreu em 2017. Ao TMZ, J.C. disse: “Meu pai amou todos os seus fãs. Ele foi grande, um homem decente!”

Legião dos Heróis expressa nossos mais profundos pêsames com a partida de uma das principais mentes criativas da indústria do entretenimento moderno e também criador de uma série de personagens que amamos ao longo de todas as nossas vidas.

Veja ainda:

Stanley Martin Lieber mais conhecido por todos como Stan Lee é um dos maiores ícones da cultura pop mundial e uma das pessoas mais importantes para todos os fãs de quadrinhos. Sua longa história na Marvel Comics permitiu que Stan trouxesse uma diversidade de contribuições valorosas para a indústria. Vamos citar algumas delas.

 

Homem-Aranha

Começando pelo personagem mais querido pelo próprio Stan, o Homem-Aranha foi uma de suas melhores criações, transformando-se em um dos personagens mais amados por todos os leitores. De acordo com o próprio Stan, as pessoas amam o Homem-Aranha, porque quando olham pra ele e seu uniforme não mostra nada de seu corpo, na verdade ele pode representar qualquer pessoa.

 

Quarteto Fantástico

 

Foi a criação do Quarteto Fantástico que colocou o conceito de um grupo de super-seres da Marvel no radar de todas as editoras na época. Após o grande sucesso do Quarteto Fantástico, todas editoras queriam fazer alguma equipe em seus quadrinhos.

Vingadores

Mas o Quarteto Fantástico não foi o único grupo de super poderosos que Stan Lee ajudou a criar. Não podemos subestimar a importância dos Vingadores nos quadrinhos da Marvel, onde tínhamos heróis de diferentes títulos se juntando em uma só equipe, diferentemente do Quarteto que eram todos integrantes sempre do mesmo quadrinho.

X-Men

X-Men
Outra grande contribuição que Stan trouxe para o mundo dos quadrinhos foi a criação dos X-Men, principalmente pois junto com os X-Men, Stan estava também introduzindo o conceito dos mutantes.
Rumores dizem que Lee inventou os mutantes pois já estava com “preguiça” de criar novas histórias de origem.

Hulk

Claro que não poderíamos deixar de fora outra das principais co-criações de Stan Lee, o Incrível Hulk. Hulk é um daqueles poucos personagens que todo mundo conhece e, com certeza, seu sucesso fez – e ainda faz – com que o mercado de quadrinhos acabe pegando muita referência neste personagem que foi baseado no conto do Médico e o Monstro

Galactus

Também não podemos esquecer de algumas contribuições de Stan para a criação de vilões. Sendo um dos principais, o poderoso Galactus o devorador de planetas, mestre do Surfista Prateado.
Todo o conceito de Galactus traz uma nova dimensão e noção da infinidade do universo e das inúmeras possibilidades que ele traz.

Doutor Destino

Não podemos falar de vilões e Stan Lee sem mencionar o vilão favorito dele: Victor Von Doom, o Dr. Destino.
Porém, na cabeça de Stan, Doom não é um vilão por se assim dizer. Ele apenas acha que tem a capacidade de fazer do mundo um lugar melhor. Só que, pra isso, ele precisa primeiramente conquista-lo. E é esse tipo de personagem que Stan Lee trouxe para o mundo dos quadrinhos.

Representou as minorias

Não só de personagens se baseia o legado de Lee na indústria dos quadrinhos. Quando histórias em quadrinhos eram essencialmente algo infantil, Stan era um grande advogado das mulheres em uma indústria praticamente voltada para homens.
Stan, por várias vezes, usou de seus personagens para defender minorias importantes. Isso se refletia também nos quadrinhos dos X-Men por exemplo, onde ele tratava bastantes de assuntos como discriminação.
Assim como também a criação de heróis negros como o pantera Negra ajudava a aumentar a representatividade de minorias.

Humanidade nos quadrinhos

Como mostrado nos itens do Homem-Aranha e do Hulk, Stan Lee é um dos grandes responsáveis por fazer a revolução nos quadrinhos onde os personagens deixaram de ser coisas bidimensionais, para se tornar personagens mais humanos, com falhas, sentimentos, com mais profundidade.

 

Revitalizou os quadrinhos

Claro que eu não irei dizer que Stan Lee foi o único responsável por isso. Mas quando os quadrinhos passaram por uma crise após a Segunda Guerra Mundial, foram as inovações de Stan Lee que contribuíram bastante para que os quadrinhos voltassem à ativa e chegassem aonde estão.

Fonte: legiaodosherois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Feliz aniversário NAGEL

Brother, desejamos tudo de bom pra uma pessoa querida como você! Muita saúde, paz, família…