Motorola One é um smartphone não tão caro com atualizações garantidas de Android

Motorola One é o primeiro aparelho com Android One a chegar ao Brasil. Lançado nesta quinta-feira (4) com preço sugerido de R$ 1.499, ele tem hardware de celular intermediário e uma tela de 5,9 polegadas com notch, em um formato e tamanho que lembra muito um certo smartphone.

A principal característica é o fato de ele fazer parte do programa Android One, que garante atualizações de Android por dois anos e correções mensais de segurança por três anos. Isso significa que o Motorola One vai receber o Android 9.0 Pie e também o Android Q. Eu fui conhecer o produto de perto e conto minhas impressões nos próximos minutos.

Em vídeo

Primeiras impressões

O Motorola One é um típico celular intermediário de 2018: ele é bem acabado, tem uma traseira de vidro e adora impressões digitais. Goste você ou não, há um entalhe na tela para abrigar a câmera frontal e o alto-falante, mas a Motorola manteve uma espécie de “queixo” na parte inferior para estampar sua marca.

A tela é uma LCD de 5,9 polegadas com resolução HD+ (1520×720 pixels). A definição é bastante satisfatória, mas é claro que fica abaixo de alguns concorrentes do mesmo segmento, notavelmente o Zenfone Max Pro (que já entrega um painel Full HD+) e até dentro da própria Motorola: mesmo o Moto G6 tem um display com resolução melhor. As cores agradam, mas o brilho parece não ter tanta força quanto deveria.

Apesar de fazer parte do Android One, o aparelho não roda exatamente um Android puro. A Motorola inclui alguns recursos conhecidos da linha Moto, como o Moto Tela, que mostra prévias de notificações com o aparelho em standby; o Moto Ações, que permite abrir a câmera ou ligar a lanterna chacoalhando o celular; e um aplicativo da Dolby com efeitos de som.

A câmera frontal é de 8 megapixels e tem um flash LED pra tirar selfies em ambientes com pouca luz. A câmera traseira é dupla, com um sensor principal de 13 megapixels e abertura f/2,0 e um secundário de 2 megapixels. Essa câmera secundária serve para capturar retratos com fundo desfocado — e vale um teste mais aprofundado do recurso, já que alguns aparelhos da Motorola não eram bons nesse quesito.

O hardware fica dentro do esperado para um celular dessa categoria, embora decepcione devido ao Snapdragon 625, um processador com dois anos de mercado (e adotado exaustivamente por aparelhos de 2016 e 2017). Embora seja melhor que o Snapdragon 450 do Moto G6, fica a impressão de que a Motorola poderia ter caprichado mais. O conjunto é acompanhado de 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento com possibilidade de expansão e bateria de 3.000 mAh.

Por fim, o preço de R$ 1.499 do Motorola One me surpreendeu positivamente: esse é quase o valor do produto na Europa, onde o smartphone foi lançado por 299 euros (R$ 1.433 em conversão direta). No evento de lançamento, funcionários da Motorola negaram que esteja havendo qualquer tipo de subsídio do Google — que sediou a coletiva de imprensa em seu escritório em São Paulo.

Considerando que os preços dos smartphones aumentaram significativamente em 2018 devido à disparada do dólar e que o valor deve cair no varejo com o tempo, é provável que estejamos diante de um custo-benefício interessante no segmento de celulares intermediários.

Review completo

O review completo do Motorola One será publicado nas próximas semanas. O que você quer saber sobre ele?

Ficha técnica do Motorola One

  • Tela: 5,9 polegadas, HD+ (1520×720 pixels), 287 ppi, proporção 19:9, LCD IPS LTPS
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 625, chip gráfico Adreno 506
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 64 GB expansível por cartão microSD de até 256 GB
  • Bateria: 3.000 mAh com carregamento rápido 15 W
  • Câmera traseira dupla: sensor principal de 13 MP, pixels de 1,12 μm, autofoco por detecção de fase (PDAF), abertura f/2,0 + sensor de 2 MP para detecção de profundidade com abertura f/2,4
  • Câmera frontal: 8 MP, abertura f/2,0, pixels de 1,12 μm
  • Sistema operacional: Android 8.1 Oreo com atualização garantida para Android 9 Pie e Android Q
  • Portas: USB-C, entrada de 3,5 mm para fones de ouvido
  • Conectividade: Wi-Fi 802.11a/b/g/n dual-band, Bluetooth 4.2, NFC, localização (GPS, AGPS, GLONASS, Galileo), dual SIM
  • Sensores: leitor de digitais na traseira, acelerômetro, bússola, giroscópio, proximidade, luz ambiente
  • Dimensões: 150x72x7,97 mm, 162 gramas

Fonte: tecnoblog.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Ford cria casinha de cachorro que bloqueia barulho de fogos de artifício

Empresa vai usar tecnologia que diminui ruído dentro da cabine dos carros para minimizar d…