As autoridades finalmente encontraram um dos hackers mais procurados do mundo. A Europol, polícia internacional europeia, anunciou a prisão de um “gênio do cibercrime”, líder de uma quadrilha que faturou US$ 1,2 bilhão com vírus de computador.

O suspeito foi preso pela polícia federal espanhola em uma cooperação internacional que uniu as autoridades da Romênia, Taiwan e Rússia, além do FBI, dos Estados Unidos, na cidade de Alicante, na Espanha, informou o Gizmodo.

A quadrilha em questão começou a operar em 2013 usando um vírus que ficou conhecido como Anunak. Através de golpes de phishing, os hackers capturavam as credenciais de funcionários de bancos para controlar servidores de caixas eletrônicos.

Com acesso remoto a estes servidores, os criminosos podiam controlar caixas eletrônicos à distância para emitir notas aos comparsas, ou fazer transferências entre contas. Em seguida, eles usavam criptomoedas para lavar o dinheiro roubado.

Mais de 100 bancos em 40 países foram vítimas dos golpes da quadrilha. O nome do líder do bando preso nesta semana, porém, não foi divulgado.

 

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Paramount mostra Design de Sonic em novo trailer, está incrível

Um novo trailer de Sonic The Hedgehog: O Filme foi lançado nesta terça-feira (12) através …