78% dos usuários do Steam na China tem o popular jogo de Battle Royale.

Em uma palestra realizada na GDC 2018, o criador e gerente do SteamSpySergey Galyonkin, revelou que, de acordo com o site, jogadores chineses de PlayerUnknown’s Battlegrounds dedicam o dobro de tempo ao jogo do que americanos.

Segundo os dados da plataforma, chineses dedicam, em média, 16 horas por semanas a PUBG. Americanos, por outro lado, só jogam o jogo de Battle Royale por 7 horas.

Galyonkin sugeriu algumas teorias pelos motivos por trás desta diferença de números: o SteamSpy indica que cerca de 78% dos usuários chineses do Steam tem PUBG em suas contas.

Além disso, americanos costumam ter 6 vezes mais games na plataforma do que o público chinês, o que inevitavelmente pulveriza o número de pessoas que se dedica a um game.

Há também o fato de cibercafés ainda serem relativamente populares na China, o que significa que certos perfis são utilizados por múltiplas pessoas, o que eleva significativamente o número de horas jogadas.

É importante notar também que, como o próprio Galyokin leva em conta, os dados do SteamSpy não são totalmente precisos, por depender de um API da Valve que nem sempre é preciso.

Ainda assim, especialmente ao se levar em conta que a versão mobile do jogo foi lançada primeiro na China, a popularidade de PUBG no país é verdadeiramente imensa.

99% DOS CHEATERS BANIDOS DE PUBG SÃO DA CHINA

O problema de PlayerUnknown’s Battlegrounds com os cheaters (jogadores que utilizam de mecanismos de trapaça) tem sido um grande incômodo para o game, e dados recentes da tecnologia de anti-cheat usada pela empresa, BattlEye, indica que 99% das contas banidas pelo uso de trapaças são da China.

De acordo com o site Youxi Story, 46% de todos os jogadores de PUBG são da China. Isso faz dos cheats um problema significativa, considerando que a maior parte das trapaças vem do território mais importante para o game.


Um milhão de contas foram banidas em janeiro por utilizarem de cheats, e a BattlEye disse que “as coisas continuam ganhando maiores proporções” por conta disso.

PUBG atingiu um marco nesta semana, com vendas alcançando 30 milhões de cópias. Apesar do aparente sucesso, a base de jogadores no PC está encolhendo, e o cheating pode ser um dos possíveis fatores que contribuem com a queda no número de jogadores.

Example of ESP plug-in

Desde a aquisição dos direitos sobre o game na China, a Tencent anunciou um servidor chinês de PUBG, e que combaterá os cheaters utilizando de plug-ins se o problema se apresentar como algo sério.

Fonte: theenemy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp caiu: app não deixa usuários fazerem login nesta segunda (11)

WhatsApp está fora do ar para alguns usuários no Android e iPhone; app pede para esperar 5…