Depois dos discos de vinil e das fitas K7 e VHS, os CDs e DVDs chegaram tornando obsoleto tudo o que havia antes obsoleto no que diz respeito ao armazenamento de mídias. Mas a tecnologia avança em uma velocidade digna do The Flash, e as a era das mídias físicas já está chegando ao fim. Serviços de streaming disponibilizam músicas e vídeos para assistir assistirmos à vontade pela internet, e a pirataria não fica de fora dessa.

Prova disso é a novidade da SwiftMedia, que posicionou uma espécie de caixa eletrônico de filmes piratas em um terminal digital localizado na Etiópia. Funciona assim: basta plugar um pendrive qualquer na máquina, escolher o filme que deseja salvar, e pronto. Cada título custa algo entre R$ 3 e R$ 5, e o sistema permite salvar armazenar quantos filmes couberem no pendrive.

Segundo o TorrentFreak, o sistema do aparelho é atualizado diariamente com novos filmes, desenhos e documentários. Por enquanto, esse caixa eletrônico dos tempos modernos só está disponível em uma unidade do Wall Mart no país africano.

Será que a novidade daria certo aqui no Brasil?

Fonte: tecmundo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

PCs gamers são banidos de cinco estados dos EUA por consumir muita energia

Os PCs gamers da empresa da empresa Alienware, uma subsidiária da Dell focada em computado…