Depois dos discos de vinil e das fitas K7 e VHS, os CDs e DVDs chegaram tornando obsoleto tudo o que havia antes obsoleto no que diz respeito ao armazenamento de mídias. Mas a tecnologia avança em uma velocidade digna do The Flash, e as a era das mídias físicas já está chegando ao fim. Serviços de streaming disponibilizam músicas e vídeos para assistir assistirmos à vontade pela internet, e a pirataria não fica de fora dessa.

Prova disso é a novidade da SwiftMedia, que posicionou uma espécie de caixa eletrônico de filmes piratas em um terminal digital localizado na Etiópia. Funciona assim: basta plugar um pendrive qualquer na máquina, escolher o filme que deseja salvar, e pronto. Cada título custa algo entre R$ 3 e R$ 5, e o sistema permite salvar armazenar quantos filmes couberem no pendrive.

Segundo o TorrentFreak, o sistema do aparelho é atualizado diariamente com novos filmes, desenhos e documentários. Por enquanto, esse caixa eletrônico dos tempos modernos só está disponível em uma unidade do Wall Mart no país africano.

Será que a novidade daria certo aqui no Brasil?

Fonte: tecmundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Sony decide fechar fábrica em Manaus e parar de vender TVs e câmeras no país

Assista vídeo da CNN https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/09/15/sony-decide-fechar-f…