Steve Jones, um rapaz em situação de rua que vive em Manchester, no Reino Unido, estava dormindo próximo a arena onde houve o atentado terrorista do último dia 22. Ao ouvir a explosão, não pensou duas vezes em correr ao local para tentar ajudar as vítimas.

Conforme explicou a ITV News, apenas seguiu seu instinto e, ao chegar na arena, começou imediatamente a ajudar as crianças feridas. “Eram crianças com sangue por toda parte, estavam chorando e gritando”, contou.

Seu depoimento rapidamente viralizou, mas Steve faz questão de minimizar os quinze minutos de fama. “Só porque eu não tenho um teto não significa que eu não tenho um coração, ou então que eu não sou mais um humano”, disse.

Mas sua atitude chamou a atenção de David Sullivan, presidente de um clube de futebol de West Ham, e de seu filho, que criaram uma campanha de financiamento coletivo para ajudar Steve a se reerguer na vida. Eles conseguiram arrecadar mais de  25 mil libras (105 mil reais no câmbio de hoje), e agora tudo que Steve quer é achar uma casa para morar.

Chris Parker foi outra pessoa em situação de rua que estava na área no momento da explosão. Parker também recebeu inúmeros elogios por consolar uma mulher que mais tarde acabou morrendo em seus braços, e também por ajudar uma menina que perdeu ambas as pernas na explosão.

Uma campanha para ajudá-lo também foi criada, onde mais de 38 mil libras (aproximadamente 160 mil reais) foram arrecadadas, e agora o jovem de apenas 33 anos também pode procurar uma nova casa para chamar de lar.

https://www.justgiving.com/crowdfunding/Stevethehero

https://www.justgiving.com/crowdfunding/Stevethehero

Fonte: hypeness via metro.co.uk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

TV 8K da Sony ‘ideal para PS5’ chega ao Brasil com 75″ e preço de carro

Modelo já está disponível para comprar no site oficial da marca A Sony começa a vender a n…