Um homem de 37 anos foi preso em Dresden (Alemanha) por ter postado uma foto no Facebook em que exibe torradas nas quais está gravado o rosto de Adolf Hilter – em vários ângulos.

Sven Pohl vilou uma lei que proíbe a admiração pública do líder do nazismo, que comandou a Alemanha entre os anos 1930 e 1940.

Na residência do neonazista, a polícia ainda encontrou material para tráfico de drogas. Em 2014, Sven foi flagrado com 1,3 quilo de metanfetamina e 64 quilos de maconha, segundo reportagem do “Sun”.

A sentença sairá no fim do mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Bitcoin: homem perde senha e tem duas chances de acesso a conta com R$ 1 bi

Stefan Thomas, um programador alemão, revelou que tem apenas mais duas tentativas de acess…