Inicial Consoles Gabe Newell explica porque a Valve se afastou dos consoles

Gabe Newell explica porque a Valve se afastou dos consoles

2 min read
0
0
300

Conhecida atualmente como uma empresa que foca suas atividades no PC, a Valve não é nenhuma estranha ao trabalho em consoles. Em um passado distante, a empresa já trouxe títulos como Portal 2, Half-Life e Left 4 Dead para as plataformas de mesa, mas há poucos indícios de que ela vá voltar a fazer isso.

Segundo Gabe Newell, fundador da empresa, ele sente como se o desenvolvimento para o console obrigasse a empresa a trabalhar em um “jardim cercado”. “Ficamos realmente frustrados quando estamos trabalhando em um jardim cercado”, afirmou ele em uma entrevista.

Questionado se a companhia via as ferramentas de autopublicação do PlayStation 4 e do Xbox One como um avanço, Newell se limitou a dizer “amamos o PC agora. Muito”. Para explicar sua frustração com ambientes fechados, ele citou o que aconteceu com o app da Steam para o iOS: mesmo que correções de bug tenham sido preparadas para o dia seguinte ao lançamento, demorou seis meses até que elas fossem liberadas pela Apple.

“Então para nós, enquanto estamos gastando todo nosso tempo tentando nos focar nesse ciclo com nossos consumudores, de repente ter essa incerteza completa sobre atualizações… É como se não soubéssemos como operar”, explicou o chefão da Valve. “Nosso DNA não costuma trabalhar muito bem quando alguém está tentando colocar muitas barreiras entre nós e os consumidores”.

Fonte: games.tecmundo via EUROGAMER/JEFFRY MATULEF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

China proíbe menores de 18 anos de jogar videogame por mais de 3h semanais.

Jovens chineses só podem jogar aos finais de semana e feriados, entre 20h e 21h, e precisa…

Categorias

Arquivos

DISCORD

%d blogueiros gostam disto: