Você leu no início desta semana aqui no Canaltech que crackers conseguiram quebrar o software anti-pirataria de Resident Evil para PC. O DRM, desenvolvido pela Denuvo, é um dos mais difíceis de quebrar no mercado.

“Sempre posicionamos nossa solução anti-pirataria como difícil de quebrar, mas não inquebrável. Até agora apenas um grupo pirata conseguiu desarmá-lo”, afirmou o diretor de marketing da Denuvo, Thomas Goebl.

Segundo o executivo, a companhia está aprendendo com o incidente e está trabalhando para aperfeiçoar sua tecnologia e evitar novos cracks no futuro. No caso de Resident Evil 7, foi o caso mais rápido de crack de um game protegido pelo Denuvo DRM até hoje. Anteriormente, games com o DRM da empresa levavam meses para serem quebrados. O DRM de RE7 foi vencido em poucos dias.

“O título em questão foi ‘crackeado’ em dias após o seu lançamento. Dado o fato que todos os títulos não protegidos são pirateados no dia do lançamento, nossa solução fez uma diferença para este game”, defendeu Goebl.

A afirmação de Goebl faz algum sentido, já que os dias em que o game ficou “protegido” ajudaram a garantir bons números de venda. Lançado para PC, Playstation 4 e Xbox One no dia 24 de janeiro, Resident Evil 7 registrou remessas de 2,5 milhões de cópias aos varejistas nos primeiros três dias de lançamento.

Fonte: gamevicio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Piloto consegue pousar avião partido ao meio em Denver, nos EUA

Um piloto conseguiu uma façanha digna de filmes de ação na última quarta-feira (12). Ainda…