O ex-engenheiro da Mozilla Robert O’Callahan criticou os antivírus terceirizados e disse que este tipo de software “envenena o sistema”. Em uma postagem em seu blog pessoal, O’Callahan revela que, após um bom tempo fora da Mozilla, se sente seguro para falar sobre o assunto e condenar o uso de programas de segurança que não sejam o Windows Defender no Windows 8.1 e Windows 10.

Para embasar suas ideias, O’Callahan cita pesquisas do projeto Google Zero e conversas no Twitter com Justin Schuh, engenheiro de segurança do Google Chrome, que também já criticou o uso de antivírus terceirizados.

O ex-desenvolvedor revela que a Mozilla tinha dificuldades em melhorar a segurança do navegador por causa dos ” códigos mal implementados” dos antivírus. Além disso, os softwares terceirizados costumavam bloquear atualizações de segurança do browser.

“Diversas vezes os softwares antivírus bloquearam updates do Firefox, tornando impossível para os usuários receberem correções de segurança”
– Robert O’Callahan, ex-engenheiro da Mozilla 

O’Callahan também ressalta que, para ter segurança apenas com o Windows Defender, é necessário manter o sistema operacional sempre atualizado. Neste caso, ele diz que os softwares de antivírus podem tornar a vida de usuários do Windows 7 e Windows XP “menos amaldiçoada”.

Fonte: adrenaline via: Neowin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo jogo de corrida viraliza com gatos na internet; confira

Nova experiência do Nintendo Switch, que viralizou na web, mistura circuitos caseiros com …