Em uma publicação realizada nesta semana, Liz Bales, CEO da The Industry Trust for IP Awareness, entidade que protege os direitos de autores, alertou aos pais de que dispositivos que permitem assistir ilegalmente a filmes, programas e podcasts, como o Kodi, podem trazer prejuízos à TV do usuário.

“Aplicativos não autorizados instalados ‘raspam’ o conteúdo de sites ilegais de compartilhamento de arquivos e sites de streaming para baixar e transmitir filmes, TV e conteúdo esportivo. Ao fazê-lo, eles expõem os usuários a muitos dos riscos de segurança tradicionalmente associados aos sites piratas, mas os entragam através de um meio de comunicação social muito mais confiável – a televisão.”

 

A entidade revela que um novo estudo mostra que 10% das pessoas que usam esse tipo de software acabaram sendo expostas a conteúdos adultos, o que pode ser preocupante para os pais.

“O que é mais preocupante na pesquisa é a tendência das famílias de se envolverem em pirataria de TV digital, geralmente através de sua TV familiar confiável e, muitas vezes, deixar as crianças usarem a tecnologia por conta própria”, revela Bales, afirmando que 79% dos entrevistados afirmaram que seus filhos têm permissão para acessar conteúdos sem qualquer tipo de controle.

Fonte: olhardigital via TorrentFreak

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp quer permitir que empresas façam vendas direto no aplicativo mais será pago

O produto vai permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook e o gerenciamento…