Na tentativa de proteger as pessoas dos riscos de explosão trazidos pelo Galaxy Note 7, a Samsung está tomando medidas drásticas para garantir que quem possui unidades do aparelho não consiga usá-las em hipótese alguma.

samsung-galaxynote7Nos Estados Unidos, usuários começaram a ver uma notificação avisando que no próximo dia 15 o aparelho receberá uma atualização que tornará impossível recarregá-lo. Com isso, a pessoa nunca mais conseguirá ligar o Note 7 e — em tese — será forçada a devolvê-lo.

Como ressalta o The Verge, que teve acesso a uma dessas mensagens, não será a primeira tentativa da Samsung de forçar o retorno das unidades que ainda estão nas mãos de consumidores. No mês passado, outra atualização fez com que o smartphone interrompesse o carregamento quando a bateria atingisse 60% de capacidade, e no Canadá os usuários tiveram conexões celular, Bluetooth e Wi-Fi desativadas, o que os impede de acessar a internet ou fazer ligações.

A primeira onda de recall do aparelho foi anunciada em setembro, mas depois que as substituições começaram a dar problema veio a segunda onda, desta vez em outubro. No começo de novembro, 85% dos Note 7 vendidos nos EUA já haviam sido devolvidos, o que deixava um total de 285 mil unidades ainda perambulando pelo país.

 

Fonte: olhardigital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Telegram testa chamadas de voz em grupo

Em breve, o Telegram permitirá chamadas de voz em grupos. O recurso está em testes na vers…