João Rezende, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, entregou um pedido de renúncia do cargo nesta quarta-feira, 10. De acordo com a própria agência, o afastamento deve acontecer a partir do dia 29 de agosto. Na carta, Rezende alega razões de ordem pessoal para renunciar.

Polêmicas

No início do ano, o executivo se envolveu em uma série de polêmicas referentes ao limite de dados na internet fixa. João Rezende chegou a defender a ação das operadoras de bloquear a internet e deu a entender que a culpa era de quem joga online. “Tem gente que adora, fica jogando o tempo inteiro e isso gasta um volume de banda muito grande”, disse o presidente da Anatel. “É evidente que algum tipo de equilíbrio há de se ter porque, senão, nós teremos o consumidor que consome menos pagando por aqueles que estão consumindo mais. É essa questão da propaganda, do ilimitado e do infinito que é um negócio que acabou desacostumando o usuário”, declarou, na época. Mais tarde, a agência bloqueou a ação das operadoras.

O presidente também foi citado na Operação Lava-Jato, por mensagens trocadas com Otávio Azevedo, ex-presidente da empreiteira Andrade Gutierrez, em 2014.

No início de junho, o presidente da OAB, Claudio Lamachia, defendeu a saída de Rezende do cargo e declarou que a agência trabalhava como “sindicato das empresas”. “Uma das maiores responsáveis pela falta de investimento em internet é a Anatel. Deveria regular mercado e não regula. Deveria agir de forma coerente e age como se fosse um sindicato a serviço de empresas de telecomunicação. A leniência com que trata as empresas é inaceitável”, afirmou Lamachia.

Saída

Rezende é membro do Conselho Diretor da Anatel desde 2009 e ocupa o cargo de presidente desde 2011. Ele já foi chefe de gabinete do Ministério do Planejamento, presidente da Sercomtel e da Companhia de Desenvolvimento de Londrina, no Paraná, além de ter sido vice-presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado, a Abrafix. O mandato de conselheiro da Anatel se encerraria em 4 de novembro de 2018, enquanto o de presidente acabaria em dezembro deste ano.

Fonte: olhardigital via Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Feliz aniversário, COBRA-CARLAO!

Feliz aniversário Carlão! O tempo passa rápido e muitas vezes estamos tão ocupados, vivend…