No dia 7 de maio de 1945, o Alto Comando Alemão, representado pelo general Alfred Jodl, assinou a rendição incondicional de todas as forças alemãs da Segunda Guerra Mundial, do Oriente e do Ocidente, em Reims, no noroeste da França.

De início, o general Jodl esperava limitar os termos da rendição alemã apenas às forças que ainda lutavam contra os aliados ocidentais. Mas o general Dwight Eisenhower exigiu a rendição completa de todas as forças alemãs, tanto as que lutavam no Oriente como no Ocidente. Se essa exigência não fosse cumprida, Eisenhower ameaçou fechar a frente ocidental, e os alemães ficariam nas mãos das forças soviéticas.

Jodl comunicou a situação ao Almirante Karl Dönitz, o sucessor de Hitler. Dönitz ordenou-lhe assinar a rendição incondicional. O general russo Ivan Então Susloparov e o general francês Francois Sevez assinaram como testemunhas, e o general Walter Bedell Smith assinou pela Força Expedicionária Aliada. Era a derrota da Alemanha ao menos no papel. A luta ainda duraria mais um dia no Oriente, contudo, a guerra no Ocidente havia acabado.

Fonte:  seuhistory via Lt. Moore (US Army) [Domínio Público], via Wikimedia Commons e zeit.de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Imagens mostram três OVNIs voando pela Lua

Em vídeo, é possível ver objetos voando em formação Os teóricos da conspiração estão de vo…